Conheça o secretariado do novo mandato de Washington Reis em Duque de Caxias

Foto de Capa: Washington Reis na posse de seu mais recente mandato (Washington Reis-Facebook/01/01/2021)

Por Matheus Hartmann e Leo Bronstein

Duque de Caxias reelegeu Washington Reis (MDB) ainda no primeiro turno. O político teve a sua candidatura momentaneamente impugnada por conta de uma condenação de crime ambiental, em 2017, no Supremo Tribunal Federal (STF). Porém, através de um recurso ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) foram autorizados o registro da candidatura e a diplomação de Washington no início de dezembro. 

O político terá seu terceiro mandado diante da prefeitura do município da Baixada Fluminense, que ainda contribuirá com as suas Secretarias de Governo como ferramentas para a nova gestão. 

A cidade possui ao todo 17 secretarias, entre elas a Secretaria Municipal de Comunicação Social comandada por Aroldo Cândido de Brito, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Agricultura, Abastecimento e Pesca liderada por André Leonardo Muri dos Santos e a Secretaria Municipal de Transportes e Serviços Públicos administrada por Maurício Eugênio Figueiredo. A particularidade é a ausência de nomeação para a Secretaria de Cultura e Lazer. 

 Na pasta da educação, o planejamento é de uma maior ampliação dos horários de estudo para os alunos de todo o município, com aulas das disciplinas essenciais, assim como os ensinos especiais para alunos necessitados, iniciando pela educação básica até a conclusão do processo escolar. 

Os secretários do munícipio, portanto, buscam realizar melhorias e manter o que já está no funcionamento ideal para atender a população. A saúde municipal possui um papel de destaque devido à pandemia do novo coronavírus, já que a cidade é a 5ª com o maior número de casos e a 3ª em mortes registradas pela COVID-19 no estado. O dever é manter as unidades de saúde existentes na cidade com funcionamento diário, ou seja, com atendimentos prioritários e com necessidades em caso de urgência. Contudo, a recorrência do atraso dos salários dos funcionários da saúde e a falta de equipamentos adequados devem receber a devida atenção e relevância. 

Texto dos Cards: Matheus Hartmann e Leo Bronstein

Produção dos Cards: Lucas Furtado Isaias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s