Maguila, o maior pugilista da história do esporte brasileiro luta contra o maior adversário de sua vida: uma doença incurável

Foto de Capa: Rafael Cruz

Por: Gabriel Orphão

O ex-pugilista mais carismático e polêmico da história do esporte brasileiro, José Adilson Rodrigues dos Santos, mais conhecido como Maguila, é mais um nome do quadro Replay Esportivo.  Hoje falaremos da história do grande esportista, que teve uma carreira impressionante no boxe, se aposentando com um cartel de 77 vitórias, 1 empate e apenas 7 derrotas.  

Nos dias atuais, Maguilla vive uma luta ainda maior: o brasileiro possui uma doença incurável, chamada encefalopatia traumática crônica (ETC), também conhecida como “demência pugilística”. O ex-atleta está há quase 4 anos no Centro Terapêutico Anjos, em Itu, no interior de São Paulo, e tem em sua rotina diversas atividades programadas, além da injeção diária de remédios em seu corpo. 

Uma carreira brilhante 

Maguila, nascido em 12 de junho de 1958, em Aracaju, capital do Sergipe, teve uma das carreiras mais incríveis da história do boxe brasileiro. O ex-atleta lutou pela primeira vez no dia 04 de abril de 1983, contra o também brasileiro José Tavares, no Ginásio do Pacaembu, e nocauteou o adversário no 3º round, garantindo a sua primeira vitória da carreira. Daí pra frente, os resultados não mudaram muito: o pugilista lutou por 85 vezes, obteve 77 vitórias, 1 empate e 7 derrotas, inclusive a última luta de sua carreira, contra o brasileiro Daniel Frank, no Gallery 21, em São Paulo. Maguila recebeu um nocaute aos 2:55 do 4º assalto da luta. 

Maguila tornou-se o primeiro brasileiro campeão mundial dos pesos-pesados do boxe no dia 22 de agosto de 1995, então aos 37 anos, ao derrotar por pontos o inglês Johnny Nelson no Ginásio José Liberatti, na cidade paulista de Osasco. O brasileiro manteve o seu cinturão por 3 anos, quando recebeu um nocaute do argentino Pedro Daniel Franco, em 23 de maio de 1998, em luta realizada no Hotel & Casino Conrad, em Punta del Leste, Uruguai. 

Maguila é derrubado pelo seu adversário durante uma das 85 lutas de sua carreira – Foto: Gazeta Press.

Maguila optou por encerrar sua carreira no dia 29 de fevereiro de 2000, aos 42 anos, após ser derrotado por nocaute para Daniel Frank. Muito se esperava de uma possível luta entre Maguila e Mike Tyson. Em entrevista ao Programa do Raul Gil, em 2017, o ex-pugilista declarou que só não levou a melhor numa luta contra o americano, porque não teve a oportunidade de enfrentá-lo. 

Vida fora dos ringues 

Depois de se aposentar, Maguila tentou trabalhar em diversas áreas com as quais ele tinha conhecimento e interesse na profissão. Na televisão, o ex-pugilista chegou a ser o comentarista irônico de assunto de economia do programa Aqui Agora, exibido pelo SBT. Também fez parte do elenco fixo do Show do Tom, da Rede Record em 2004. 

Maguila durante gravações do programa Aqui Agora – Foto: André Penner/Veja São Paulo.

Em 2009, Maguila iniciou a sua carreira de cantor lançando um álbum com sambas, intitulado “Vida de Campeão”. No mesmo ano, Adilson também criou uma ONG (a qual mantém até os dias atuais) chamada de Amanhã Melhor, que ensina boxe a crianças, adolescentes e jovens carentes. 

Assim como Romário, Maurren Maggi, João Derly, Beijoca, Bebeto, Oscar Schmidt e diversos outros grandes esportistas, Maguila também tentou seguir uma carreira política. O ex-atleta foi candidato a deputado federal pelo Partido Trabalhista Nacional (PTN), nas eleições de 2010. Na ocasião, Adilson acabou não sendo eleito, tendo sido apenas o 372° colocado com 2.951 votos (0,01% dos votos válidos). 

Maguila durante a sua candidatura a deputado federal, em 2010 – Foto: André Vicente/Folhapres.

A luta mais difícil de sua carreira 

Em 2010, Maguila foi diagnosticado com mal de Alzheimer. Alguns anos mais tarde, o ex-lutador ficou internado por dois anos. Após reavaliação, recebeu o diagnóstico definitivo de encefalopatia traumática crônica (ETC). Conhecida como “demência pugilística”, é uma doença neurodegenerativa progressiva que causa declínio cognitivo, alterações de comportamento e problemas de memória através de destruição dos neurônios, ocasionada por repetitivos golpes na cabeça.  

De acordo com o médico neurologista Renato Anghinah, que escreveu um livro sobre o assunto e acompanhou o caso do ex-boxeador, as doenças podem ser confundidas, porém, com um tratamento adequado, quem sofre de Encefalopatia Traumática Crônica pode apresentar uma evolução satisfatória. Foi assim que Maguila se recuperou da intensa dificuldade de raciocínio e de movimentação. 

Durante sua internação teve dificuldades para se alimentar por não ser capaz de mastigar normalmente. Por este motivo, precisou passar por uma gastrostomia recebendo uma sonda que o auxiliava na alimentação e por consequência emagreceu 28 quilos. 

Atualmente com 62 anos, Maguila optou por viver em um centro terapêutico especializado localizado em Itu, no interior de São Paulo. No local, ele é medicado, tem uma alimentação equilibrada, se mantém informado com as notícias mundiais e adora rever as suas lutas, além de ser fã de carteirinha do Big Brother Brasil. Ele também recebe visitas de sua esposa, dona Irani, e de seus filhos. 

Maguila em vídeo gravado em 2018, mostrando um pouco de sua rotina no local onde mora – Foto: Reprodução/TV Globo.

No dia 06 de maio de 2021, Maguila postou uma foto em suas redes sociais, que trouxe bastante felicidades aos seus fãs: “Vacinado, seus oreia seca!” – Dizia a publicação do ex-lutador, que tomou a primeira dose da vacina contra a COVID-19. 

O legado de Maguila certamente ficará marcado para sempre na história do esporte brasileiro e mundial. Mesmo com tantos problemas, o ex-pugilista segue vivendo sua vida, nocauteando todos os “adversários”, ficando melhor a cada dia que passa, relembrando suas antigas lutas e divertindo sua gigantesca legião de fãs com fotos e vídeos engraçados, postados em suas contas oficiais do TikTok e do Instagram. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s