4ª etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia é conquistada por André e George, o segundo título da temporada, e assumem a liderança do ranking

A vitória aconteceu contra a dupla Evandro/Bruno Schmidt por 2 sets a 0 (21/16 e 21/10), no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV) 

Por Armando Edra e Rodrigo Glejzer 

Entre os dias 26 e 30  de novembro, deu-se a quarta etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia Masculino. Da mesma forma que as disputas anteriores, todas as partidas ocorreram na “bolha” em Saquarema, no Centro de Desenvolvimento de Vôlei (CDV), administrada pela Confederação Brasileira de Vôlei. A CBV também foi a responsável pela transmissão das fases preliminares e quartas de final, através do site Vôlei de Praia TV, enquanto as semi e a final ficaram a cargo exclusivamente do SporTV. Do início ao fim foram respeitados os protocolos de segurança contra a COVID-19 e, por isso, mantiveram a proibição da presença no público nas arquibancadas.  

Iniciando na quinta (26) com o qualifying entre 16 duplas em busca de 8 vagas para a fase de grupos. Sagraram-se vencedores Leo Vieira/Luciano (DF/ES), Luccas Lima/Júlio César (SP), Lipe/Rafa (CE/PR), Allysson Lima/Ramon Gomes (CE/RJ), Miguel/Ferramenta (MS/RJ), Maia/Vinícius (RJ), Álvaro/Rafael (SE/PB) e Gabriel Santiago/Johann (DF/RJ) e desta maneira ganharam o direito de enfrentar os melhores ranqueados nacionalmente pela oportunidade de avançar na competição.   

No dia seguinte (27), deu-se início às disputas pelas vagas das oitavas de final. Sem dificuldades os favoritos ao título Alison/Álvaro (ES/PB), Bruno Schmidt/Evandro (DF/RJ) e George/Andre (PB/ES) superaram seus adversários por duplo 2 a 0. Renato/Adrielson (PB/PR), Bruno/Jô (AM/PB) e Vinicius/Vitor Felipe (ES/PB) também venceram seus dois jogos sem perder nenhum set e se garantiram entre as melhores campanhas dos grupos. Fecham os classificados Léo Vieira/Luciano (DF/ES), Averaldo/Matheuszinho (TO/SE), Patrick/Saymon (PR/MS), Francioni/Fábio (SC/CE), Maia/Vinicius (RJ), Fernandão/Harley (ES/DF) e Lipe/Rafa (CE/PR), Bernardo Lima/Rocha (CE/PR), Hevaldo/Adelmo (CE/BA) e Marcus/Felipe Cavazin (RJ/PR). A surpresa fica por conta da saída precoce de Guto/Arthur (RJ/MS), finalistas na primeira etapa e agora eliminados após perderem suas duas partidas com apenas um set vencido.  

Alisson e Álvaro comemoram ponto – Foto: Ana Patrícia/Inovafoto/CBV

As fases finais começaram no sábado (28) com as duplas olímpicas Alison/Álvaro e Bruno Schmidt/Evandro mantendo o bom retrospecto no circuito ao baterem, respectivamente, Lipe/Rafa e Bernardo Lima/Rocha por 2 a 0. Os atuais campeões brasileiros George e André também se mantiveram no páreo depois de virarem o confronto contra Hevaldo e Adelmo por 2 a 1 (20/22, 21/19,15/9). Ao vencerem Fernandão/Harley e  Patrick/Saymon por 2 a 0, Renato/Adrielson e  Vinicius/Vitor Felipe mostraram que a boa campanha nos grupos não foi por acaso. Já Bruno e Jô não conseguiram manter a mesma performance e acabaram deixando a competição com a derrota para  Marcus/Felipe Cavazin (16/21, 19/21). As duas últimas vagas ficaram por conta de Maia/Vinicius, eliminando Léo Vieira/Luciano por 2 a 1 (14/21, 21/19 e 15/10), e Francioni/Fábio, sobrepujando Averaldo/Matheuszinho por 2 a 0 (21/16, 21/12).

Abriu-se as disputas das quartas de final na tarde do mesmo dia com o trio de principais postulantes ao título continuando a acirrada rivalidade pelo campeonato nacional. Bruno e Evandro foram os primeiros a entrar em jogo e não tiveram vida nada fácil contra Maia e Vinícius, mas conseguiram avançar em mais uma semifinal com 2 a 0 (25/23, 21/17). George e André também enfrentaram bastante resistência e  igualmente conseguiram mostrar superioridade ao baterem Vinicius e Vitor Felipe por 2 a 0 (21/19, 21/18). Coube a Alisson e Álvaro a vitória mais simples entre os favoritos em uma partida sem muitos sustos contra  Francioni e Fábio (21/17, 21/16). A dupla penetra da vez, e que almejava desbancar os líderes do ranking, foi Renato e Adrielson, rumo a sua segunda semi, que após um primeiro set até balanceado (21/17) aplicaram um sonoro atropelo em Marcus e Felipe Cavazin com um 21 a 9 no segundo set.  

Na noite de sábado (28) definiu-se a final e novamente não teremos uma disputa olímpica pelo título. Dessa vez não por conta de Evandro e Bruno Schmidt, que venceram de forma apertada Renato e Adrielson no tie break (21/15, 17/21, 15/9), e sim pela derrota, e impressionante pouca luta oferecida, de Alisson e Evandro para George e André por 2 a 0 (21/16, 21/13). A grande decisão, assim como o terceiro lugar, ficou para o domingo (29). 

George e André comemoram vitória contra Alisson e Álvaro – Foto: Ana Patrícia/Inovafoto/CBV

O bronze ficou com a dupla olímpica Alison e Álvaro Filho (ES/PB) que tiveram atuação sólida contra Renato/Adrielson (PB/PR), e fecharam a partida por 2 sets a 0 (21/11 e 21/17). Álvaro Filho foi eleito o jogador da partida e o campeão olímpico Alison chamou a atenção para recuperação da dupla depois da derrota na semifinal. 

“Sem dúvida nenhuma, não fizemos um bom dia ontem. O adversário foi melhor, foi mais feliz, mas o grande segredo de um time campeão é se recuperar rápido dentro de um campeonato, é olhar para frente, mudar a postura e, principalmente, ter humildade para reconhecer isso. Nosso time teve, e hoje conseguimos cumprir o que tínhamos prometido, que era ter um sideout melhor, uma virada de bola estudando melhor, melhor concentração dentro do jogo e foi isso que aconteceu, porque a partida era contra um time muito forte também, que está entre os cinco melhores do Brasil”, afirmou  Alison à equipe de reportagem da CBV. 

Pódio da Quarta Etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia (CBVP) – Foto: Ana Patrícia/Inovafoto/CBV

Quem levou a medalha de ouro para casa foi a dupla André e George após uma vitória sobre a dupla olímpica Evandro e Bruno Schmidt por 2 sets a 0 (21/16 e 21/10). A conquista rendeu aos campeões 400 pontos no ranking nacional e garantiu a liderança do circuito brasileiro. O paraibano George se destacou na final e foi eleito o craque da partida em votação popular no site e aplicativo da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), e comentou sobre toda a dedicação da dupla em busca de resultados como esse da quarta etapa do CBVP. 

“A gente treinou bastante, temos treinado muito, não tivemos folga de uma etapa para outra, treinamos direto, e acho que isso fez toda diferença. A gente veio mais motivado para essa etapa, sabe que treinou bem, e é daí para mais. Vamos sempre treinar ao máximo para estar no lugar mais alto do pódio”, disse George ao Sportv. 

Cada etapa do Circuito Brasileiro distribui R$ 47 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos aproximadamente R$ 538 mil por etapa. Após a disputa do torneio masculino nesta semana, a quinta etapa do feminino será disputado na sequência, entre os dias 3 e 6 de dezembro. As etapas foram divididas em semanas diferentes para reduzir a circulação de pessoas dentro do CDV. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s