Final do Brasileirão Feminino A-2: Napoli-SC vence Botafogo de virada em jogo de ida e leva vantagem para o Nilton Santos

Por Júlia Nascimento

O Napoli-SC largou na frente na disputa pelo título nacional no Brasileirão Feminino Série A-2 no último domingo (24) ao vencer o Botafogo por 2 a 1 de virada no primeiro jogo da grande final. O primeiro embate entre as equipes aconteceu no estádio Carlos Alberto Costa Neves, na cidade catarinense de Caçador. A técnica da Seleção Brasileira Feminina, Pia Sundhage, estava na arquibancada prestigiando a decisão e valorizando as partidas nacionais, como de costume. Vale ressaltar também que a arbitragem foi inteira feminina (árbitra e assistentes).

Uma forte chuva castigou o gramado antes e durante o jogo, piorando as condições de um campo que já não estava no nível de uma final e prejudicando a qualidade das jogadas, técnica e taticamente. A bola pouco rolava, amortecendo ou mesmo parando em inúmeras poças. Também pela disposição dos times finalistas, os 90 minutos foram de bastante equilíbrio, mas de maior ofensividade por conta das meninas da casa. Elas exploraram o passe longo (até para tirar a bola do gramado irregular) e a artilheira Malu, que foi a dona do jogo. Foram seis finalizações totais das catarinenses contra cinco das cariocas.

O primeiro gol do jogo de ida da final não demorou a sair. Aos oito minutos, a partir de uma cobrança de falta a favor das Gloriosas, a zagueira adversária Karen tentou mandar a bola para longe, mas pegou de canela e acabou mandando para o fundo da própria rede em gol contra.

Botafogo abriu o placar na decisão com gol contra do Napoli-SC – Foto: Reprodução/MyCujoo

Entretanto o tempo de lamentação foi curto. Apenas nove minutos depois, aos 17, a camisa 9 Malu empatou com um lindo gol: invadiu a área, driblou a goleira Rubi e precisou apenas concluir para dentro. Tudo igual na ida para os vestiários. Após o intervalo, gramado e posturas não tiveram grandes mudanças. Pelo Botafogo, a atacante Kelen acertou belo chute de fora da área na trave da goleira Dida, não recolocando as visitantes à frente de novo por muito pouco.

No entanto, poucos minutos depois, pênalti polêmico a favor das mandantes. As botafoguenses reclamaram que a falta ocorreu fora da área, mas a árbitra apontou infração em cima da linha e, portanto, a penalidade. Devido à falta do árbitro de vídeo durante a competição, nem mesmo para a final, o lance não pôde ser revisado. Novamente, a artilheira Malu foi a protagonista de jogada decisiva, desta vez convertendo o pênalti para a virada do Napoli-SC. As meninas de General Severiano tentaram aumentar a pressão no ataque, mas não conseguiram outra oportunidade real. Esta foi a segunda derrota do Glorioso no campeonato, enquanto o Napoli-SC segue invicto.

Camisa 9 Malu fez os dois gols da virada do Napoli-SC – Foto: Andrielli Zambonin/Napoli

Vale lembrar que ambas as equipes já estão garantidas na primeira divisão do futebol feminino nacional para a temporada de 2021, a Série A-1. Contudo as finalistas querem mais: o título da A-2. A bola rola para o segundo e decisivo jogo no próximo domingo (31) às 16h em pleno Estádio Olímpico Nilton Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s