UFC 257 tem surpresa, estreia, luta entre brasileiras e “nocaute duplo”

Dustin Poitier impõe primeiro nocaute na carreira de McGregor, Michael Chandler massacra rival na estreia e Marina Rodriguez vence Amanda Ribas 

Por Rafael Cruz 

O irlandês Conor McGregor surpreendeu de novo, dessa vez negativamente. Ele sofreu seu primeiro nocaute da carreira no MMA para o americano Dustin Poitier, no UFC 257, neste sábado (23), na Etihad Arena, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. A outra luta principal foi um massacre do estreante Michael Chandler pra cima do sexto do ranking, Dan Hooker. O card principal ainda teve a luta entre as brasileiras Marina Rodriguez e Amanda Ribas. O curioso da luta foi que, por erro do juiz, Marina precisou nocautear a compatriota duas vezes. 

Conor estava bem mais tranquilo antes da luta. Na pesagem, o irlandês até posou pra foto sorrindo com o rival, apesar do último encontro, no UFC 178, onde o mesmo quase partiu para briga antes de entrarem no ringue. McGregor não tinha do que reclamar, já que, de acordo com uma publicação do jornal inglês “The Independent”, ele embolsou US$ 5 milhões apenas por ter lutado no evento. Somando a quantia oriunda das vendas de Pay-Per-View, setor em que o atleta é que mais movimenta dinheiro dentro da organização, a estimativa é que seus vencimentos, apenas nesse combate, alcancem US$ 20 milhões. 

Confira as pesagens do UFC 178 e 257 de Conor Mc Gregor e Dustin Poitier: 

Durante a luta, McGregor começou melhor, conseguiu conectar alguns golpes, mas não acertou nenhum em cheio. Dustin fez uma luta de recuperação e virou o duelo, ao conseguir nocautear o irlandês aos 2m32s do segundo round, de forma surpreendente. O americano disse, ao final da luta, que não foi surpresa e afirmou ter trabalhado duro pra conseguir o resultado: 

“Estou muito feliz, mas não foi surpresa. Eu treinei muito, e o resultado está aí. Amo minha família, minha equipe e a minha fundação. O objetivo era ser técnico, e não ir para a briga. Eu usei o boxe e o kickboxing. Ele me acertou alguns golpes, mas eles me acordaram e eu vi que tinha que elevar o nível para vencer. Foi o que eu fiz. Essa luta foi uma verdadeira luta pelo cinturão” – disse Poitier. 

Já McGregor colocou a culpa da derrota na inatividade, lembrou de sua vitória no UFC 176 contra o americano e pediu revanche:

“Eu venho de uma longa inatividade, e os chutes baixos me incomodaram bastante. Eu não estava tão confortável quanto eu esperava. Essa vai ser difícil de engolir, mas está 1 a 1. Pretendo fazer mais uma luta contra ele. Agora vou voltar para casa e descansar com a minha família” – disse Conor após a derrota. 

O evento encerrou a terceira temporada da Ilha da Luta e ainda teve outra grande performance no card principal. Michael Chandler, americano ex-campeão peso leve do Bellator, fez sua estreia no UFC e não decepcionou. Sua primeira luta foi contra o sexto colocado do ranking, o neozelandês Dan Hooker. Com uma atuação destruidora o americano mostrou a que veio, nocauteou o rival com 2m30s de luta e já desafiou a elite da sua categoria: 

“Foi uma estrada muito longa para chegar aqui. Tive altos e baixos, mas aqui estou, e quero disputar o cinturão o quanto antes. Este é o maior momento da minha carreira. Dustin Poitier, eu estou aqui! Khabib, se você estiver pronto e quiser deixar a aposentadoria para me enfrentar, eu estou pronto!” – disse Chandler após a luta. 

Três brasileiros também estiveram em ação no UFC 257. No card preliminar, Antônio Cara de Sapato levou a pior na decisão dos juízes no duelo com Brad Tavares. Entre as brasileiras, Marina Rodriguez precisou nocautear Amanda Ribas duas vezes para levar a vitória. Isso porque ela achou que o árbitro tinha terminado a luta, quando nocauteou a rival pela primeira vez. 

Confira os melhores momentos do UFC 257: 

Confira todas as lutas do evento: 

  • CARD PRINCIPAL 
    • Dustin Poirier venceu Conor McGregor por nocaute técnico aos 2m32s do Round 2. 
    • Michael Chandler venceu Dan Hooker por nocaute técnico aos 2m30s do Round 1. 
    • Joanne Calderwood venceu Jessica Eye por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27 e 29-28). 
    • Makhmud Muradov venceu Andrew Sanchez por nocaute técnico aos 2m59s do Round 3. 
    • Marina Rodriguez venceu Amanda Ribas por nocaute técnico aos 54s do Round 2. 
       
  • CARD PRELIMINAR 
    • Arman Tsarukyan venceu Matt Frevola por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27 e 30-26). 
    • Brad Tavares venceu Antônio Cara de Sapato por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27 e 29-28). 
    • Julianna Peña venceu Sara McMann por finalização aos 3m39s do Round 3. 
    • Marcin Prachnio venceu Khalil Rountree Jr. por decisão unânime dos juízes (triplo 29-28). 
    • Movsar Evloev venceu Nik Lentz por decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29 e 29-28). 
    • Amir Albazi venceu Zhalgas Zhumagulov por decisão unânime dos juízes (triplo 29-28). 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s