Guerreiras Grenás saem atrás no placar, buscam empate e mantém viva a esperança de classificação na Libertadores Feminina

Foto de capa: Divulgação/Twitter Peñarol Femenino

Por Idries Bulkool

Em jogo agitado, com bola no travessão e pênalti perdido, a Ferroviária apenas empatou e segue sem vencer na competição. O time conquistou seu primeiro ponto e ainda sonha com uma classificação para a próxima fase. As bicampeãs brasileiras (2014 e 2019) agora vão precisar vencer a última partida contra a Universidad de Chile e ainda torcer por um tropeço do Sportivo Limpeño para passar de fase.  

Buscando a reabilitação na competição, após derrota por 4 a 0 para as paraguaias do Sportivo Limpeño, as Guerreiras Grenás enfrentaram as Uruguaias do Peñarol em busca dos primeiros pontos na competição. O jogo foi novamente às 17 horas, também no Estádio José Amalfitani. Sobre a preparação da equipe para o jogo, a treinadora da Ferroviária, Lindsay Camila, se mostrou confiante: 

“Analisamos os jogos, corrigimos algumas coisas e vamos buscar fazer um jogo melhor contra o Peñarol-URU, que é uma equipe rápida e sabemos que vai ser uma partida difícil, mas sabemos da nossa capacidade de reverter e vencer essa partida”.

Declaração dada ao site oficial do clube

Escalações 

Crédito: Divulgação/Twitter Guerreiras Grenás e Peñarol Femenino

Primeiro Tempo 

As uruguaias começaram a partida fazendo pressão alta, tentando dificultar as ações brasileiras, que aproveitavam com lançamentos longos nas costas da defesa do Peñarol. Foi assim que Aline, aos 7 minutos, recebeu cruzamento da direita e finalizou rasteiro para fora. Na sequência, aos 10, a atacante Viana, do Peñarol, também recebeu ótimo passe e finalizou no canto direito de Luciana, mas o chute saiu sem força e sem dificuldade de defesa da goleira Grená. 

O que marcou o primeiro tempo foram as faltas duras, principalmente por parte do Peñarol. Com isso, boas chances foram criadas a partir de cobranças de falta. Em uma delas, um pênalti foi marcado a favor da Ferroviária após toque de mão da defensora Viera. Contudo, na cobrança, a atacante Aline acabou chutando para fora pelo lado esquerdo da goleira Sofia Olivera. As Guerreiras Grenás continuaram pressionando, chegando a mais uma grande chance em cabeçada da zagueira Ana Alice que parou no travessão. 

Segunda Etapa 

A segunda etapa começou bem diferente da primeira. As uruguaias cresceram no jogo, dominando as ações até chegar ao gol. Aos 12 minutos de jogo, em bate rebate na área, a bola foi rolada para a atacante Belen Aquino que chutou firme para o fundo do gol. Confortável com a vantagem no placar, as “Carboneras”, como são conhecidas, recuaram e deixaram a Ferroviária dominar as ações. 

A estratégia teve seu preço e, aos 28 minutos, Monalisa emplacou um chute de rara felicidade. Entre o meio campo e a grande área, a lateral direita encobriu a goleira Olivera, que estava adiantada, para empatar o jogo. Embaladas pelo gol, a reta final da partida foi de domínio Grená, mas sem grandes chances. 

A ferroviária tentou de todas as formas. Foi perigosa em escanteios, assim como em cobranças de faltas. Com a bola rolando, as bolas enfiadas foram bastante utilizadas e os cruzamentos pelos lados do campo levaram a boas finalizações. Porém, todo o esforço foi em vão e as equipes terminaram o jogo com um empate em 1 a 1, ambas ainda sem vencer na competição. 

Resultados do dia 

Além das Guerreiras Grenás, outros três jogos aconteceram nesta terça-feira, dia 9 de março. Simultâneo ao jogo da Ferroviária, Atlético SC e Sol de América se enfrentaram em jogo válido pelo grupo C da competição. Vitória das paraguaias pelo placar de 2 a 1 sobre as venezuelanas, com dois gols de Julieta Lema, um deles no último minuto do tempo regulamentar. 

Na sequência, às 19:30, as colombianas do Santa Fé enfrentaram as argentinas do River Plate. Vitória das argentinas pelo placar magro de 1 a 0, gol marcado por Carolina Birizamberri aos 26 minutos da etapa final. O River ocupa a segunda colocação de seu grupo e tem cenário favorável de classificação para as quartas de final.

Crédito: Divulgação/Twitter River Plate Fútbol Femenino

Já no fechamento do grupo C, também às 19:30, Sportivo Limpeño e Universidad de Chile se enfrentaram fechando o grupo D. Melhor para as Chilenas, que golearam por 5 a 0 e já estão matematicamente classificadas para a próxima fase. Zamora anotou um hat-trick, Oviedo deixou o dela e Fernández fechou o placar. 

Crédito: Divulgação/Universidad de Chile Femenino

Próximo encontro 

As Guerreiras Grenás voltam a campo na próxima sexta-feira, às 17 horas, contra a Universidad de Chile pela terceira e última rodada da fase de grupos. Assim como nos dois primeiros, a partida será realizada no Estádio José Amalfitani, casa do clube argentino Vélez Sarsfield, em Buenos Aires. Esta será a última oportunidade de vencer e garantir vaga na próxima fase. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s