Guerreiras do Fluminense derrotam Internacional e consagram – se campeãs do Campeonato Brasileiro Feminino Sub–18

Fluzão é goleado no tempo normal, mas, nos pênaltis, Ravena pega quatro, e equipe tricolor conquista título inédito na modalidade  

Foto de capa: Thais Magalhães/CBF 

Por Maria Carolina Fernandes 

Pela segunda partida da final do Brasileirão Feminino Sub–18, Internacional e Fluminense se enfrentaram no Estádio Beira–Rio no último sábado (20). As meninas de Xerém começaram na frente logo no primeiro minuto do jogo, mas não demorou para as jogadoras do Colorado conseguirem a virada, fazendo 4 a 1. 

1º tempo 

Logo no primeiro minuto do jogo, Luany abriu o placar para o Flu. Após lançamento de Ravena, Luany arrancou, invadiu a área e marcou um golaço. Com a vantagem na partida, a equipe tricolor priorizou a marcação, enquanto o Inter ia em busca do empate. 

Luanay comemorando o seu gol na final do Brasileiro Sub-18 – Foto: Pablo Nunes/Agência O Dia/Estadão Conteúdo 

A equipe colorada encontrou um pouco de dificuldade para dar sequência na troca de passes. Quando conseguiram chegar no ataque, o empate veio logo em seguida. Depois de uma jogada pela esquerda, Mileninha conseguiu um cruzamento, Bia aproveitou a saída errada da goleira tricolor e empurrou a bola para o gol.  

O Fluminense quase conseguiu ficar à frente de novo com Carol: em uma jogada pela direita, a número 9 tricolor finalizou de longe, mas a bola explodiu na trave. Após o empate, o Internacional conseguiu crescer na partida e conquistou a virada. Depois de Mai ser puxada na área por Núbia, a arbitragem marcou penalidade máxima para a equipe do Inter, aos 39 minutos. Maranhão converteu a cobrança, fazendo 2 a 1 para o time colorado. 

2º tempo 

Logo aos seis minutos, a equipe colorada saiu em velocidade em busca do gol, Mai fez um passe para Mileninha, sozinha, fazer o terceiro gol do Internacional. O Fluminense até tentou pressionar o Inter no início, mas deu brechas para contra–ataques. 

O Internacional passou a dominar o jogo e viu o Fluminense sem conseguir reagir. Na metade do segundo tempo, Mileninha fez o quarto gol do Inter e seu segundo na partida, após dar lindo chapéu na jogadora do Flu. 

Foto: Thais Magalhães/CBF 

Pênaltis 

Mesmo com a goleada no tempo regulamentar pelo Internacional, o jogo foi para os pênaltis devido ao regulamento da competição, segundo o qual não há o critério de saldo de gols (o jogo de ida da final foi de vitória do Tricolor por 2 a 1). 

A disputa de pênaltis foi eletrizante. Com 10 cobranças para cada equipe, o que se viu foram as goleiras de ambas as equipes brilharem. Gabi Barbieira pegou três, mas Ravena levou a melhor pegando quatro e dando o título para o Fluminense. 

Ravena, goleira tricolor e estrela da noite 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s