Conheça o programa da Esgrima em Cadeira de Rodas nas Paralímpiadas

Foto de capa: Rebeca Doin

Por Lucas Furtado Isaias

A esgrima é um esporte que carrega em si muitos embates com emoção e tensão. Velocidade, precisão e estratégia são a alma deste esporte que está no programa paralímpico desde Roma 1960 e, além de ser um dos esportes fundadores das Paralímpiadas, carrega muita história. O Brasil terá quatro atletas nesta edição da modalidade.  

Assim como no programa olímpico existem três formas de competição: sabre, espada e florete. Os atletas com deficiência motora são divididos por categorias de A, B e C, do menor ao maior grau de comprometimento motor. Há diferenças na forma de pontuação para cada tipo de arma. No florete, só pontua quem tocar a ponta da lâmina no tronco do rival. Já na espada, qualquer toque acima do quadril com a ponta da arma vale pontos, assim como no sabre que também tem o toque com a lâmina como forma de obter pontuação.  

A distribuição de vagas vem, majoritariamente, do ranking paralímpico de atletas por posições e também por região. A classificação, nesta modalidade, não é por nacionalidade e sim, de maneira individual dividindo por continente. Nesta edição teremos atletas das categorias A e B. Os torneios preparatórios não garantem classificação direta, mas ajudam na pontuação dos rankings. O país sede também recebe vagas, assim como há a possibilidade de convites de equipes e de esgrimistas pela Comissão Bipartite.  

A esgrima em cadeira de rodas ainda não tem a mesma visibilidade da esgrima que o Brasil vem conhecendo nos Jogos Olímpicos e pode trazer bons desempenhos para o esporte paralímpico brasileiro em duelos com muita emoção e estratégia.  

Crédito: Clara Flávio.

Brasil Em Tóquio 2020 

O Brasil terá uma representante na categoria A: Fabiana Soares e três na B: Jovane Guissone, Vanderson Luis Chaves e Mônica Santos. Todos conseguiram posições no ranking combinado que os classificaram para o torneio.

Jovane Guissone disputando na Rio 2016 em 13 de setembro – Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil.

CALENDÁRIO 

A modalidade acontecerá no Makuhari Center onde também acontecem as partidas de Goalball, Taekwondo e Vôlei Sentado. Em todos os dias da modalidade têm disputas por medalha. Confira a programação completa:  

Crédito: Clara Flávio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s