Telejornalismo em mutação

Foto de Capa: Reprodução  

Por Lucas Furtado Isaias

O FACHA Lives recebeu o jornalista do Grupo Globo, Edimilson Ávila, um dos mais conhecidos e respeitados jornalistas do Rio de Janeiro. Em conversa com a professora do curso de jornalismo e coordenadora do MBA em Jornalismo Hard News da FACHA, Ana Paula Goulart, e com a pesquisadora da Telejor – Regional Sudeste, Cláudia Thomé, e o doutorando Pedro Miranda foram abordadas as transformações do telejornalismo, a sua trajetória e o futuro do jornalismo.  

O jornalista analisou as transformações que o telejornalismo vem sofrendo para se aproximar cada vez mais do público e que está em constante mutação. Ele mencionou as transformações na tecnologia e na forma de apresentação como mudanças que aconteceram ao longo do tempo para estar mais próximo do público, mais humano.  

Edimilson falou sobre a importância da interatividade no jornalismo e para ele, veio para ajudar o jornalismo. Hoje, o número de telefone do jornalista é público e desde que começou a ser repassado após um vazamento, ele percebeu o meio como forma de se aproximar mais do público. “Se o jornalismo não tiver esta conexão com a população não adianta muita coisa. Eu vou falar algo que as pessoas não vão compreender. A gente não vai conseguir retratar o que elas estão precisando, os anseios destas pessoas. É uma ferramenta, a mais superimportante para o jornalismo”, afirmou.  

O jornalista analisou sobre a presença multiplataforma, prática cada vez mais comum em meios de comunicação e que hoje é tudo um só meio. “Nós estamos todos no mesmo lugar. Uma coisa não exclui a outra. Antigamente você fazia rádio, jornal, televisão. Hoje fazemos jornalismo. Não importa se estou ao meio-dia na TV Globo, se você vai botar no seu ouvidinho e vai sair caminhando com o Edimilson ou se você vai entrar no seu celular e vai encontrar o blog do Edimilson que vai continuar lá. Nós estamos falando da mesma coisa, do mesmo aparelho”, observou.  

Edimilson comentou sobre as diferenças de fazer as participações no RJ1 com o comando do podcast Desenrola Rio que aborda temas relevantes do Rio de Janeiro: “Eu saio de uma linguagem de um comentarista e passo para uma outra, que estou aprendendo, que é você vai caminhar, fazer exercício, vai pegar transporte comigo. Vocês vão notar que no RJ1 sou mais duro, cobrando, mais combativo e no podcast estou desenrolando o assunto, mais suavidade, estou perguntando, tentando explicar o assunto”, pontuou acrescentando que o podcast surgiu como forma de aprofundamento de assuntos do momento em um formato mais leve.  

O Classificados do Edimilson foi outro tópico da conversa e o jornalista contou que o quadro surgiu como uma plataforma de divulgação de oportunidades de emprego para ajudar pessoas desempregadas a conseguirem se realocar no mercado. O jornalista falou da felicidade de poder auxiliar o público a conseguir um emprego e que vem recebendo relatos de telespectadores que, através da seção, obtiveram um emprego.  

No fim da live, Edimilson deixou uma mensagem para os jovens que sonham fazer jornalismo: “Se você tem uma bela ideia, isso vai valer muito mais. Se você desempenha bem o que vai fazer. Boa sorte que você vai ser feliz e vai dar tudo certo”.  

Você pode assistir a transmissão na íntegra aqui: 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s