Destino Catar confirmado: Brasil vence a Colômbia e está classificado para a Copa do Mundo de 2022  

Foto de capa: Lucas Figueiredo/CBF

Por Lucas Furtado Isaias  

O Brasil, com um gol de Lucas Paquetá, carimbou sua vaga para a Copa do Mundo de 2022 ao vencer a Colômbia por 1 a 0. O jogo não foi fácil para a equipe brasileira, especialmente na primeira etapa, marcado por um jogo muito físico da equipe colombiana, com muitas faltas das duas equipes. Na segunda etapa, as substituições realizadas por Tite deram um novo fôlego à equipe, que passou a dominar a partida, saiu vitoriosa, mantendo sua invencibilidade nas Eliminatórias para a Copa do Catar com 11 vitórias e 1 empate. É a classificação brasileira mais precoce desde que o atual formato de Eliminatórias para a Copa foi implementado, no classificatório para a Copa de 1998, do qual o Brasil não participou porque, na época, o campeão do torneio se classificava automaticamente para a edição seguinte.  

O resultado complica a situação da Colômbia que está em quinto lugar, posição que a levaria para a partida da repescagem internacional contra o representante da Oceania. O Chile em quarto e o Uruguai em sexto têm a mesma pontuação, mas a diferença está no saldo de gols, primeiro critério de desempate na classificação. O saldo de gols da equipe colombiana é de menos um, a chilena é de um e a uruguaia é de menos quatro.  

O jogo começou com o Brasil indo para o ataque buscando rapidamente o primeiro gol. Aos 3 minutos, Paquetá tentou fazer um passe para Neymar, mas a bola parou na zaga colombiana que recuou. Com 6 minutos, a Colômbia começou a entrar no jogo com Cuadrado que recebeu levantamento e fez um passe para Alex Sandro que tirou da área, mas Barrios pegou o rebote e chutou para cima do gol.  

Aos 23, Gabriel Jesus, na área, recebeu a bola de Fred e chutou para fora. Dois minutos depois, Mojica obteve passe de escanteio e finalizou, mas a bola bateu na trave. Tesillo pegou o rebote, mas colocou no meio da área, abrindo a chance do Brasil tirar a bola da zona. Aos 38, Luis Díaz recebeu bola de Cuadrado e, de primeira, meteu chute fulminante que ficou muito perto da trave.  

Durante boa parte da primeira etapa, as duas equipes tentaram diversas vezes chegar ao gol, mas as faltas também dominaram e com equilíbrio proporcional ao jogo, mas aos 41min teve o momento mais tenso do jogo: Neymar sofreu falta de Cuadrado e sentiu o olho esquerdo ao tomar uma cotovelada do meio-campista. O colombiano depois chamou o atacante brasileiro de “mentiroso” e levou o cartão amarelo. Ao todo foram 23 faltas no período inicial, 12 da Colômbia e 11 do Brasil.  

No intervalo de jogo, Tite fez sua primeira substituição colocando Vini Jr. no lugar de Fred e o Brasil voltou para o campo pressionando a defesa colombiana. Com 1min, Neymar tentou mandar a bola por cima da defesa para Lucas Paquetá, mas eles conseguiram capturar. O craque brasileiro teve uma atuação marcante neste período, aos 12min, ele cobrou falta direto pro gol e Ospina defendeu. O atacante do PSG, em seguida, cobrou escanteio que respingou na defesa colombiana, Vini Jr. pegou a sobra e Ospina, novamente, defendeu.  

Tite em campo dando orientações para a equipe brasileira – Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Aos 18min, o técnico brasileiro fez mais mudanças colocou Antony e Matheus Cunha em campo e eles fizeram a diferença na reta final da partida. Com 23min, Antony, de caneta, driblou a defesa colombiana e passou para Matheus que chutou por cima do gol. Três minutos depois, Marquinhos interceptou lançamento de Tesillo e passou para Neymar que, de prima, tabelou com Paquetá que finalizou e marcou o placar para êxtase do público presente na Neo Química Arena. Ospina até tocou na bola, mas não conseguiu defender.  

Na reta final, com a torcida em êxtase, o time brasileiro administrava o resultado, mas não deixava de atacar. Aos 45min, Neymar deu passe para Matheus Cunha que disputou duas vezes com a defesa colombiana e conseguiu entregar a bola para Antony que chutou no meio do gol e Ospina fez mais uma defesa. Em paralelo, a Colômbia também tentou arrancar o empate em alguns momentos. O lance de maior perigo para a defesa brasileira foi aos 33 minutos quando James Rodríguez cobrou escanteio e Borja chutou na linha de fundo, mas perto da trave. 

Dois incidentes marcaram o fim da partida. Assim que o juiz apitou o fim da partida, na hora dos cumprimentos, Neymar provocou Lerma ao fazer um sinal de despedida e criou um desentendimento que acabou rapidamente sendo resolvido entre os jogadores das duas equipes. Em seguida, torcedores invadiram o campo de jogo para celebrar a classificação brasileira. Um deles chegou a erguer Neymar, mas os seguranças rapidamente retiraram o invasor depois do ato e impediram que outros torcedores conseguissem contato com os jogadores e a comissão técnica brasileira.  

No vestiário, a equipe brasileira comemorou a classificação e posou para foto com uma bandeira do Catar, país-sede da próxima edição do torneio. O Brasil participou de todas as edições do torneio sendo campeão cinco vezes (Suécia 1958, Chile 1962, México 1970, Estados Unidos 1994 e Japão/Coreia do Sul 2002) e tentará mais uma vez lutar pelo hexacampeonato e manter a marca de maior detentor de títulos mundiais de futebol.  

Ficha Técnica: 

Brasil: Alisson; Danilo, Marquinhos, Alex Sandro e Thiago Silva; Casemiro, Fred (Vini Jr.) e Lucas Paquetá (Fabinho); Raphinha (Antony), Gabriel Jesus (Matheus Cunha) e Neymar. Técnico: Tite 

Colômbia: Ospina; Muñoz (James Rodríguez), Davinson Sánchez, Tesillo e Mojica (Cuéllar); Barrios (Muriel), Lerma, Yairo Moreno, Cuadrado e Luis Díaz (Roger Martínez); Zapata (Borja). Técnico: Reinaldo Rueda  

Arbitragem: Árbitro – Roberto Tobar (Chile), Assistentes – Christian Schiermann e Claudio Rios (Chile), Quarto Árbitro – Nicolas Gamboa (Chile) e VAR – German Delfino (Argentina) 

Gols: Lucas Paquetá (Brasil/2°T – 26min)  

Cartão Amarelo: Mojica, Barrios e Cuadrado (Colômbia); Fred, Neymar, Casemiro e Vini. Jr. (Brasil) 

Público e Renda: 22.080 presentes (R$7.111.200,00)  

Outros Resultados da Rodada  

Equador 1 X 0 Venezuela 

Paraguai 0 X 1 Chile 

Peru 3 X 0 Bolívia 

Uruguai 0 X 1 Argentina  

Classificação  

° Time P J V E D GP  GC SG 
01 Brasil  34 12 11 1 0 27 4 23 
02 Argentina  28 12 8 4 0 20 6 14 
03 Equador 20 13 6 2 5 21 13 8 
04 Chile 16 13 4 4 5 15 14 1 
05 Colômbia 16 13 3 7 3 16 17 -1 
06 Uruguai 16 13 4 4 5 14 18 -4 
07 Peru  14 13 4 2 7 13 19 -6 
08 Paraguai 12 13 2 6 5 9 18 -9 
09 Bolívia  12 13 3 3 7 17 28 -11 
10 Venezuela 7 13 2 1 10 8 23 -15 

Próxima Rodada – 14ª Rodada (horário de Brasília)  

16 de Novembro  

17h – Hernando Siles – Bolívia X Uruguai  

20h – Metropolitano Roberto Meléndez – Colômbia X Paraguai  

20h – Olímpico de La UCV – Venezuela X Peru  

20h30 – San Juan del Bicentenario – Argentina X Brasil  

21h15 – San Carlos de Apoquindo – Chile X Equador 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s