SEMANA 5: com grandes atuações de Lillard e Antetokounmpo, NBA novamente é marcada por confusões em quadra

Por Armando Edra e Henrique Teixeira

Mais uma confusão na NBA!

A partida entre Los Angeles Lakers e Detroit Pistons, realizada no domingo (21/11), foi palco de uma grande confusão. O astro LeBron James deu uma cotovelada no rosto do jovem pivô Isaiah Stewart, que teve o supercílio cortado e buscou revidar a agressão de uma forma tão agressiva quanto.

Na segunda-feira (22/11), foi anunciada pela NBA a punição para a atitude dos jogadores, que receberam uma suspensão de um jogo para LeBron e de duas partidas para Stewart.  

Além da suspensão, o efeito da ausência dos atletas refletirá também em seus bolsos. LeBron deixará de receber US$ 285 mil (cerca de R$ 1,5 milhão) dos US$ 41,1 milhões de salário dele nesta temporada. Já Stewart ficará sem US$ 45 mil (R$ 251 mil) dos US$ 3,2 milhões de seus vencimentos anuais.

Lillard x Antetokounmpo

Os astros levaram o Portland e o Milwaukee de volta para a zona de playoffs.
Crédito: Reprodução/NBA

Pela conferência Oeste, Damian Lillard foi considerado o melhor jogador da semana. Após atravessar má fase, o armador trouxe felicidade à torcida quando levou o Portland Trail Blazers à vitória em três partidas seguidas, contra Bulls (112 x 107), 76ers(118 x 111) e Nuggets (119 x 100), nessa mesma ordem.

Lillard acumulou uma média de 28.3 pontos e 8.3 assistências por jogo. Vale lembrar que o armador conquistou a “Season High” no confronto contra o 76ers, alcançando 39 pontos e 7 assistências.

Já pela Leste, sem grandes surpresas, ficou com o destaque o grego Giannis Antetokounmpo. Essa semana de sucesso do ala conta com as vitórias nos confrontos contra o Lakers (109 x 102), Thunder (96 x 89, Magic (117×108) e Magic novamente (123 x 92).

Giannis acumulou uma média de 33.3 pontos, 16 rebotes e cinco assistências por jogo. Os Bucks respiraram e pararam na sétima posição com dez vitórias e oito derrotas. Já o Blazers está em sexto lugar com o mesmo placar (10 – 8).

Dia da Consciência Negra

President Obama Honors Medal Of Freedom Recipients : Foto jornalística
A lenda Bill Russel foi o primeiro treinador negro da história da NBA.
Crédito: Alex Wong/Getty Images.

Como uma singela homenagem ao Dia da Consciência Negra, vale destacar uma figura de extrema importância para a história da NBA. Bill Russel, ídolo dos Celtics, tornou-se o primeiro treinador negro da história da NBA em 1966.

William Felton “Bill” Russel, hoje com 87 anos, atuava como pivô e é lembrado como um dos maiores jogadores de todos os tempos. Ganhou cinco vezes o prêmio de MVP e teve 12 convocações para os times All Star. Em sua carreira de 13 anos, conquistou 11 títulos, liderando uma dinastia campeã da equipe celta e tornando-se o maior campeão da história.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s