UFC: Calvin Kattar anula Giga Chikadze e vence por decisão unânime 

Foto de Capa: Reprodução MMA Fighting

Por Lucas Santos

No sábado (15/01), os fãs do MMA aprenderam que a expectativa pode ser a mãe de todas as decepções. Muito se falava da promessa Giga Chikadze que, com apenas cinco anos de experiência no esporte, já era cotado para ser campeão do mundo no peso pena. Mas a realidade chegou, e de forma brutal. Ela veio na forma do americano Calvin Kattar, que venceu a luta por decisão unânime, aplicando uma surra no georgiano em todos os cinco rounds, levando um dos jurados a marcar 50-44 e os outros 50-45.

Logo no início do duelo, Chikadze deu azar porque estava dominando as ações em pé nos primeiros minutos, mas logo no momento em que achou a distância e começou a causar mais danos, chutou de forma errada e escorregou. Então, a diferença que faz ter 14 anos de experiência contra cinco apareceu. Kattar, que é apenas faixa azul de jiu-jitsu, mostrou ter bagagem suficiente para chapar as costas do rival no chão e terminar o round em vantagem. 

Kattar aterrissava golpes fortes consistentemente, mas embora Giga estivesse conectando com muitos dos seus, claramente lutava contra a maré. A pressão do americano realmente começou a valer a pena, já que Calvin atacava Chikadze com agressividade implacável, enquanto também enfiava seu jab no rosto do oponente. 

No meio do quarto round, Chikadze estava muito machucado, mas ele ainda trocava golpes com Kattar durante todas os momentos. O problema é que mesmo quando o georgiano estava cansado, o americano ainda estava avançando e até misturando algumas cotoveladas bem cronometradas por dentro. Calvin foi absolutamente feroz com uma estratégia perfeita para negar as melhores armas de Giga e depois fazê-lo pagar com ataques que eram quase indefensáveis. Não houve desaceleração do americano, pois ele manteve o mesmo ritmo desde o primeiro segundo da luta até o último. 

Após o gongo, a decisão foi unânime em favor de Calvin Kattar, que se recupera da derrota ocorrida em janeiro do ano passado para o ex-campeão Max Holloway. Em entrevista, o americano disse:

“Eu sabia o que eu tinha que fazer”. “Acho que todo mundo está aprendendo e melhorando. Eu sei que posso lutar assim se for preciso. Eu ainda tenho que limpar essa divisão. Esta não é a aparência de um campeão, mas estou feliz por sai com a vitória.”

Assista à íntegra da entrevista do lutador.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s