Após intensa disputa, os grupos foram definidos para a Eurocopa de 2021

Hungria e Escócia vencem e garantem seu lugar na competição mais importante entre seleções europeias. Macedônia do Norte, em sua primeira participação em grandes eventos futebolísticos, e Eslováquia completam os classificados

Por Rodrigo Glejzer 

Originalmente traçada para acontecer durante o verão europeu deste ano, a Eurocopa teve  que, pela primeira vez, postergar seu planejamento para o ano seguinte por conta da pandemia da Covid-19, deixando as partidas marcadas entre 11 de junho a 11 de julho de 2021. Segundo o site Trivela, a competição que pretende ser disputada em 12 países diferentes (Alemanha, Itália, Azerbaijão, Rússia, Hungria, Romênia, Países Baixos, Espanha, Escócia, Irlanda, Dinamarca e Inglaterra), pode ter uma reviravolta nos planos e ver o número de sedes reduzir dependendo do andamento da pandemia. O mesmo vale para a questão da participação do público, ainda não confirmada pela UEFA, responsável pela organização do torneio. 

Independente do imbróglio quanto ao local das partidas, oito seleções concorreram às quatro últimas vagas em partidas únicas nesta quinta-feira (12). A Escócia de Andy Robertson, Kieran Tierney e Scott McTominay enfrentou, em Belgrado, a boa seleção sérvia liderada por Dusan Tadic e Sergej Milinković-Savić. Após um disputado tempo regulamentar, terminado em 1 a 1, com gols do escocês Ryan Christie, aos 52, e do sérvio Luka Jovic, nos acréscimos do segundo tempo, a partida foi decidida nos pênaltis. Melhor para a Escócia, cujo goleiro David Marshall defendeu a cobrança de Aleksandar Mitrovic, artilheiro da última Championship pelo Fulham FC, e garantiu a vitória. A classificação marca a volta dos escoceses à Eurocopa após 24 anos e os coloca no grupo D, que conta com República Tcheca, Inglaterra e Croácia.

Jogadores escoceses comemoram após disputa de pênaltis – Foto: Reprodução/Skynews

A Hungria também não teve nenhuma facilidade ao enfrentar a Islândia, grande sensação da última edição em 2016. Jogando na Puskas Arena, em Budapeste, os húngaros viram os vikings islandeses abrirem o placar ainda no primeiro tempo, aos 11 minutos, com Gylfi Sigurdsson. Pressionada em casa, a Hungria conseguiria uma emocionante virada nos minutos finais do segundo tempo com gols do defensor Loïc Négo, aos 43, e do jovem Dominik Szoboszlai, de apenas 20 anos, nos acréscimos da partida. Apesar da felicidade pela classificação, o caminho húngaro não será nada fácil na competição europeia, já que disputará vaga contra a atual campeã Portugal, a atual vice França e a tetracampeã mundial Alemanha pelo grupo F.

Equipe húngara celebra classificação para a Euro 2020/2021 – Foto: UEFA via Getty Images

Se por um lado temos a despedida da Islândia, por outro veremos a estréia da Macedônia do Norte na Eurocopa. Capitaneados pelo experiente Goran Pandev, famoso por suas passagens na Itália pela Inter de MIlão e Lazio, os norte macedônios tiveram que derrotar a Geórgia, país do ex-zagueiro Kakhaber Kaladze, campeão europeu de clubes pelo Milan. Apesar de jogarem em casa, na capital Tbilisi, os georgianos não conseguiram segurar o ataque macedônio e foram eliminados por 1 a 0, com gol de Pandev, decisivo no alto de seus 37 anos, aos 52 minutos de partida. Sonhando em repetir o desempenho da Islândia, que surpreendeu ao alcançar as quartas de final da edição de 2016, a Macedônia do Norte terá que, primeiro, arrancar pontos de Holanda, Áustria e Ucrânia no difícil Grupo C. 

Técnico da Macedônia do Norte é erguido em comemoração pela classificação – Foto: Irakli Gedenidze/Reuters

Por último, temos a Eslováquia, de Marek Hamsik, líder em partidas e gols por sua seleção, encarando a Irlanda do Norte, em Belfast. Jogando fora de casa, os eslovacos abriram logo o placar com Juraj Kucka, aos 17, mas a felicidade só durou até o fim do primeiro tempo, quando Milan Škriniar, aos 42, marcou contra e botou os anfitriões norte-irlandeses de volta no jogo. Quando as coisas pareciam rumar para a segunda disputa de pênaltis da noite, coube a Michal Ďuriš, um veterano de 32 anos que entrou no segundo tempo da etapa regulamentar, marcar o gol da vitória eslovaca, aos 5 do 2º tempo da prorrogação, e garantir a segunda participação seguida de sua seleção na Eurocopa. Eliminados nas oitavas de final em 2016, os eslovacos tentarão melhor sorte contra Espanha, Polônia e Suécia no grupo E.  

Ďuriš marca e a Eslováquia se classifica pela segunda vez para Eurocopa – Foto: AFP

Assim ficaram os grupos para a Eurocopa 2021: 

Foto: Reprodução/GE

Um comentário sobre “Após intensa disputa, os grupos foram definidos para a Eurocopa de 2021

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s