Botafogo e Napoli-SC vencem duelos equilibrados e estão na grande final do Brasileirão Feminino A-2

Por Júlia Nascimento

A grande final do Brasileirão Feminino Série A-2 está, enfim, definida: Botafogo x Napoli-SC. E o campeão será inédito, visto que é a primeira vez de ambas as equipes na decisão desta competição. E as duas vagas foram conquistadas com bastante emoção no último domingo (17).

Único representante carioca nas semifinais, que irá se juntar ao Flamengo na elite do futebol feminino para a próxima temporada do campeonato nacional, o Botafogo encarou o Bahia em Salvador sem vantagem para nenhum dos dois lados. Isso porque o jogo de ida, no Nilton Santos, terminou empatado em 1 a 1. Na grande Arena Fonte Nova, as Meninas de Aço e as Gloriosas duelaram em campo com posturas dignas de uma semifinal. Foram 90 minutos de muita marcação, faltas, vontade, equilíbrio e chances de gol.

Aos 41 minutos do primeiro tempo, Kelen abriu o placar a favor do Alvinegro. Entretanto a alegria botafoguense pela vitória parcial durou pouco. Apenas cinco minutos depois, já nos acréscimos, Ellen empatou para o Esquadrão, e as jogadoras foram para o intervalo com tudo igual novamente. Mas, logo com dez minutos da etapa final, Vivian voltou a colocar o Botafogo na frente pela classificação.

Vivian recolocou o Botafogo na frente no início do segundo tempo – Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O Bahia teve uma grande oportunidade de igualar mais uma vez, em cobrança de pênalti aos 33 minutos, porém Giovania acertou a trave e desperdiçou. Final 2 a 1 e Gloriosas na final.

Giovania acertou a trave em pênalti que empataria, novamente, o confronto – Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Na outra semi, Napoli-SC e Real Brasília-DF também se confrontaram sem que um dos dois pudesse jogar com o “regulamento embaixo do braço”, pois também empataram no primeiro jogo (0 a 0 em Brasília). Em Santa Catarina, mais equilíbrio (foram oito finalizações para cada lado) e, ainda, um número surpreendente de forma negativa, apesar de demonstrar a disposição das atletas: cinco cartões vermelhos (dois para o Napoli-SC e três para o Real Brasília-DF).

Aninha colocou o time da casa na frente aos 20 minutos da primeira etapa. A classificação direta à grande decisão parecia certa até os 53 minutos do segundo tempo, quando Bárbara fez o gol que manteve a equipe candanga na disputa e levou a definição para as penalidades. Thamiris, Karen, Tabatha, Thays e Sara converteram suas cobranças pelas catarinenses, enquanto Maiara, Lana, Bárbara e Pitty marcaram pelas meninas de Brasília, mas a goleira Flavinha bateu para fora. Final 1(5) a 1(4) e Napoli-SC classificado.

A classificação do Napoli-SC veio na última cobrança de pênalti das adversárias – Foto: Reprodução/MyCujoo

Vale lembrar que os quatro times já estão garantidos na primeira divisão do futebol feminino nacional para a temporada de 2021, a Série A-1. Contudo as finalistas querem mais: o título da A-2. A bola rola para o primeiro jogo decisivo no próximo domingo (24) às 16h no estádio Carlos Alberto Costa Neves, na cidade catarinense de Caçador. E, para o segundo, no domingo seguinte (31) também às 16h, no Nilton Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s