Ser empático é a chave para a inovação no Design

Victor Azevedo na apresentação da live (Foto: Reprodução)

Por Luciana Alves 

O coordenador do curso de Design da Facha, Victor Azevedo, apresentou nesta quinta-feira (04) a live “Design como ferramenta empática para o desenvolvimento da inovação”. Disponível no canal do Youtube da faculdade, a proposta do tema era estimular a criação de um Design com inovação, construir um produto que resolva um problema e seja de uso fácil e ágil. Um caminho para esse resultado seria entender o outro, ou seja, ser empático.  

O professor trouxe exemplos bem atuais para elucidar serviços e produtos neste perfil: carros autônomos (sim, o veículo dirige sozinho!), Uber, o “Sem Parar” e caixas de pagamento automático. Os últimos são casos que otimizaram o tempo do consumidor, com pagamentos digitais e sem a necessidade do dinheiro vivo como antes.  “É fazer com que o usuário corte etapas do processo de consumo”, disse o coordenador.  

Mão segurando celular com tela ligada

Descrição gerada automaticamente
Serviços com inovação e empático ao usuário: Uber (Foto: Reprodução)

Victor, que possui trabalhos com foco nas áreas de comportamento do usuário, trouxe explicação quase técnica para que o público da live compreenda a importância da inovação. Ao trazer o conceito de Affordance, o professor esclarece que aplicar uma inteligência ao objeto ou serviço e criar uma função além da atividade usual, isso, já é uma inovação.  

E um caminho para construir uma melhor inovação é pensar no outro, é estudar a Persona, é entender o problema do cliente, é saber seus hábitos, sua rotina e dificuldades, é simular a mesma experiência de vida do consumidor, para então, construir algo que de fato será, além de uma solução ao problema, de uso fácil e prático. “Quando você vê a dor do outro, você consegue entendê-lo e saber o contexto em que está. Isso é pensar de forma empática e permite desenvolver um produto atrativo ao consumidor”, disse o professor.  

PRODUÇÕES  

Formado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda, o coordenador trouxe também uma campanha publicitária que criou para as empresas Gol e KLM. A campanha era justamente um jogo em que o cliente poderia concorrer até a passagens aéreas.  

A inspiração veio de um romance da série Carmem San Diego, da década de 80, em que Diego seguia pistas deixadas por Carmem para encontrá-la. Assim seria o game. O consumidor receberia pistas (destinos da companhia aérea) para atravessar os desafios até encontrar Carmem. Jogo, desafio e romance foram as peças de inovação e empatia que trouxeram como resultado 40 milhões de pessoas participando da campanha.  

Uma imagem contendo Interface gráfica do usuário

Descrição gerada automaticamente
Campanha de Promoção Love.trip da Gol e KLM (Foto: Reprodução)

Com 138 visualizações e boa participação do público na live, Victor falou sobre uma forma de desenvolver a inovação com práticas milenares: entender o outro.  

Para quem quer aprimorar mais conhecimento, o Facha Lives continua e os próximos temas serão sobre Direito, Marketing, Administração e Relações Públicas.  Fique ligado!

Confira, na íntegra, a live:


Ficha Técnica: Matéria e artes: Luciana Alves

Editora Júnior: Luciana Alves

Um comentário sobre “Ser empático é a chave para a inovação no Design

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s