Uma breve história do primeiro ídolo da Seleção Brasileira

Foto de capa: Rafael Cruz  

Por Maria Carolina Fernandes 

Arthur Friedenreich, o primeiro ídolo da Seleção Brasileira, o atacante conhecido como Fried, nascido em São Paulo no dia 18 julho de 1892. Foi apelidado de “El Tigre” pelos uruguaios após a conquista do Campeonato Sul-Americano de 1919 pelo Brasil, torneio hoje em dia conhecido como Copa América. Começou sua carreira em 1909, jogando pelo Germânia, atual Pinheiros. Começou a destacar-se pela criatividade, técnica e sua improvisação nos jogos. 

Uma das grandes polêmicas que envolve o atacante brasileiro é a quantidade de gols em sua carreira. Segundo o site oficial da CBF, alguns registros apontam 1.300, mas outros dados mostram 558 gols. Outra grande polêmica envolvendo Fried é relacionada aos pênaltis marcados. Isso porque, durante anos, foi falado na mídia que o jogador nunca havia perdido nenhuma cobrança em mais de 500. Porém alguns registros apontam que ele desperdiçou 12 oportunidades. 

Em sua autobiografia, Fried recorda: 

“Fui aperfeiçoando meus recursos olhando Charles Miller, chutando a redonda sob seu olhar, que foi assim como o meu professor primário no futebol. Mas coube a Hermann Friese, que foi campeão no futebol alemão, me ensinar o secundário e o superior. Com ele, comecei a subir a ladeira e cheguei à efetivação no nível mais alto do futebol”. 

Friedenreich, em 1919 – Foto: Reprodução/CBF 

No início de sua carreira, Arthur jogou em times como Mackenzie, Ypiranga e Paulistano. Conquistou vários campeonatos paulistas pelo último, assim como comandou nove vitórias em dez partidas disputadas pelo time na Europa em 1925. Essa era a primeira vez em que um clube brasileiro jogava no exterior. Fried voltou de lá sendo considerado um dos “melhores jogadores do mundo”.  

Fried pelo Paulistano – Foto: Reprodução/Efemérides do éfemello

Em 1928, conquistou um marco histórico, fazendo sete gols em uma única partida contra o União Lapa, batendo o então recorde existente de balançar as redes em um mesmo jogo.  

Pelo São Paulo, conquistou também o Campeonato Paulista de 1931, com uma grande atuação sua e do seu time, que ficou conhecido como “Esquadrão de Aço” naquela época. Pelo Tricolor paulista, “El Tigre” marcou 103 gols em 125 jogos, sendo assim o 18º maior artilheiro da história do clube. 

Em 1935, Friedenreich voltou ao Flamengo, seu clube do coração, depois de ter defendido a camisa rubro-negra em 1917. E, assim, encerrou a sua carreira na Gávea.   

Fried é considerado o maior jogador brasileiro do período amador. Entrou logo no primeiro jogo da história da Seleção Brasileira em 1914, diante do Exceter, da Inglaterra. Mas foi em 1919, pelo Campeonato Sul-Americano, disputado no Estádio de Laranjeiras no Rio de Janeiro, que o jogador se consagrou um grande ídolo da nossa Amarelinha. “El Tigre” marcou quatro gols nesse campeonato e foi decisivo na vitória contra o Uruguai, a qual deu ao Brasil o primeiro grande título no futebol. 

De acordo com a estatística oficial do Centro de Memória e Acervo da CBF, contabilizam-se dez gols em 23 jogos com a camisa da Seleção Brasileira.  

O gol do título em 1919, pelo então Campeonato Sul-Americano – Foto: Arquivo Nacional/CBF 

Em 1935, Arthur Friedenreich resolveu encerrar a sua carreira, recusando a proposta de renovação de contrato oferecida pelo Flamengo, último clube pelo qual atuou. O atacante tomou essa decisão após o futebol brasileiro começar a tomar um rumo profissional na década de 1930, do qual ele não era a favor. 

El Tigre” veio a falecer em 1969, deixando para trás uma grande marca na história do futebol brasileiro.  

Um comentário sobre “Uma breve história do primeiro ídolo da Seleção Brasileira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s