III Jornada de Cinema homenageia Helena Ignez e Rogério Sganzerla

Foto: Divulgação

Por Breno Braga

A live desta quarta-feira (25/05), realizada durante a III Jornada de Cinema da Facha, contou com as ilustres presenças de Helena Ignez, Djin Sganzerla, Sinai Sganzerla, Roberta Canuto, David Tygel e Guto Neto para uma conversa sobre o legado do cineasta Rogério Sganzerla e Helena Ignez, mãe de suas filhas Djin e Sinai. 

O professor da Facha, David Tygel, fez a abertura do evento reverenciando o icônico filme “O Bandido da Luz Vermelha”, de 1968, e apresentou a grande homenageada desta Jornada, a atriz e cineasta Helena Ignez, que foi casada com Glauber Rocha e depois com Rogério Sganzerla. Em seguida, David deu a palavra para Roberta Canuto, doutora em cinema, e cuja dissertação de mestrado foi sobre o filme citado pelo professor. 

“Eu me encontrei no cinema através do cinema do Rogério. Quando eu fazia jornalismo, eu conheci o livro “Cinema de invenção” do Jairo Ferreira, e assim descobri o dito cinema marginal, que se convencionou chamar assim naquele momento. Então eu fui para o Rio de Janeiro com 19 anos e conheci o Rogério, a Helena, a Djin. E foi muito emocionante conhecer a Helena, porque quando eu a vi na tela, ela era imensa, uma mulher extraordinária, incrível, era como se ela não existisse de tão forte, como uma entidade. Ela é absolutamente autora dos filmes também”, declarou Roberta. 

“Eu vejo o Rogério como uma inteligência extremamente irônica, uma cultura cinematográfica extraordinária que ele já tinha desde menino. Eu o conheci ouvindo falar de um menino genial que estava em São Paulo fazendo críticas de cinema. E a minha passagem para a direção foi muito natural, apesar de traumática, porque foi com a morte dele que eu assumi esse papel de diretora, para de alguma maneira eu continuar esse trabalho”, disse Helena. 

Um trecho do filme “Mulher da Luz Própria” de Sinai Sganzerla, que conta a trajetória pessoal e profissional de Helena Ignez, foi exibido na live e a diretora Sinai comentou sobre a escolha do título: “A mulher dificilmente é considerada protagonista da própria história. A minha mãe achou lindo, adorou. E também tem a brincadeira com “O Bandido da luz vermelha”, “Luz nas trevas” (filme de Helena Ignez e Ícaro Martins)”. 

Djin, a filha mais nova e também atriz e diretora do filme “Mulher Oceano”, que teve o trailer exibido na live, falou sobre a dificuldade que a mulher enfrenta no cinema, especificamente na direção: “Ainda é um espaço muito masculino. A mulher ter seu espaço e conseguir colocar a sua voz, e sobretudo vindo da função de ser atriz, eu acho que também existe um certo preconceito, então é uma resistência maior, é uma luta para você realmente se impor e colocar as suas ideias e que você se faça respeitar”. 

Nos últimos dez minutos, o professor e coordenador de Cinema da Facha, Guto Neto, foi chamado por David e Roberta para fazer uma homenagem, em nome do coletivo da Facha, à Helena Ignez: “vocês não são marcos da história só, vocês são esse cinema pra frente, pra adiante, sempre ativo, com essa obra linda, poética, maravilhosa e ao mesmo tempo são fortalezas, mulheres fortalezas. Então, é com muita emoção que eu venho representar esse corpo docente, esses estudantes que têm contribuído junto com a gente nessa escola de cinema, que quer propor sempre a formação de novos realizadores, criativos, éticos, responsáveis e que entrem em contato e possam conhecer essas histórias, conhecer e valorizar o cinema brasileiro”. Ao final, Guto mostrou uma placa feita pela Facha para a grande homenageada com um agradecimento pela contribuição de Helena Ignez ao cinema brasileiro. 

Você pode assistir a transmissão aqui:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s