Com direito a reestreia de Gabigol, Brasil vence o Equador por 2 a 0 com gols de Neymar e Richarlison

Foto de capa: Buda Mendes/Getty Images 

Por Gabriel Orphão 

Na noite da última sexta-feira (04/06), Brasil e Equador se enfrentaram no Estádio Beira Rio, em Porto Alegre, pela sétima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. A Seleção Brasileira começou passando sufoco nos minutos iniciais, depois de um primeiro tempo bem abaixo da média, mas conseguiu garantir a vitória na segunda etapa, com um belo chute de Richarlison, e uma cobrança de pênalti de Neymar, que teve que bater duas vezes a penalidade máxima. 

O confronto foi marcado por algumas polêmicas. Jogadores e comissão técnica não querem disputar a Copa América no Brasil, devido ao grave momento da pandemia de Covid-19 no país. Tal posicionamento está gerando mal-estar entre time e integrantes da CBF, incluindo o presidente Rogério Caboclo. Com isso, o técnico Tite está com seu cargo incerto, podendo ser demitido ou até pedir para sair, mas tem o grupo de atletas ao seu lado. Além disso, Caboclo foi denunciado por uma funcionária da confederação por assédio moral e sexual e está pressionado para renunciar.  

Pré-jogo 

A seleção comandada pelo técnico Tite veio para a partida com uma escalação diferente do último jogo disputado na competição – a vitória contra o Uruguai, no dia 17 de novembro de 2020, no Estádio Centenário. Uma das principais mudanças, se comparado ao jogo contra os uruguaios, foi a presença do atacante do Flamengo, Gabriel Barbosa, na equipe titular. Além de Gabigol, Neymar não esteve presente na última partida das eliminatórias e pôde voltar a atuar no duelo contra o Equador. 

Perfil da Confederação Brasileira de Futebol anuncia a escalação da Seleção

Pelo outro lado, a Seleção Equatoriana veio para o jogo com diversas mudanças, se comparado ao último jogo da equipe pela competição, que foi a vitória contra a Colômbia por 6 a 1, também no dia 17 de novembro de 2020. A principal mudança no time foi fora de campo: o treinador Carlos Queiroz não aguentou a pressão e foi demitido no dia 02 de dezembro de 2020. Para seu lugar, a Federação Equatoriana de Futebol contratou o ex-treinador do Boca Juniors e do San Lorenzo, o experiente argentino Gustavo Julio Alfaro. 

Escalação do Equador para a partida contra o Brasil – Foto: Reprodução/Twitter Bruno Cassucci/GE 

Primeiro tempo 

A etapa inicial da partida foi de preocupação para a torcida brasileira nos primeiros minutos: o jogo começou com uma grande pressão do Equador ainda no começo, quando arriscaram uma finalização perigosa nos instantes iniciais do duelo. Porém, pouco tempo depois, a Seleção Brasileira conseguiu se encontrar na partida e impor ritmo no jogo. Aos 10 minutos, a posse de bola era de 79% para o Brasil contra apenas 21% para o Equador. Contudo, até praticamente metade da etapa, a única finalização no gol havia sido da equipe equatoriana, mas sem perigo para Alisson, goleiro da equipe do Liverpool. 

Aos 19 minutos o Brasil teve sua primeira oportunidade de abrir o placar: Neymar cobrou uma falta na ponta esquerda e buscou Richarlison dentro da área. O “pombo”, como é conhecido por conta de sua comemoração imitando o animal, se esticou para desviar para a rede, mas acabou não conseguindo encostar na bola, que ficou nas mãos do goleiro Domínguez. 

Richarlison se esticou ao máximo, mas não conseguiu abrir o placar a favor da Seleção Brasileira ainda no primeiro tempo – Foto: Diego Vara/REUTERS 

Fred, meio-campista do Manchester United, foi uma grande preocupação para o treinador Tite: aos 36 minutos, chegou atrasado em uma disputa de bola com Valencia, e acabou indo forte demais. O jovem árbitro venezuelano Alexis Herrera aplicou o primeiro cartão amarelo da Seleção Brasileira na partida. 

Aos 41 minutos, Neymar lançou para Danilo na ponta direita, que fez um cruzamento rasteiro para Gabriel Barbosa no meio da área. O atacante do Flamengo desviou com a perna esquerda e fez o primeiro gol do Brasil na partida. Porém, após análise no VAR, foi constatado que o camisa 21 da Seleção Brasileira estava em posição irregular, anulando o que seria o primeiro gol de Gabriel desde sua última convocação, em setembro de 2019. 

Ainda na primeira etapa, mais uma preocupação para o técnico Tite: Neymar sofreu uma entrada dura de Jhegson Méndez e ficou com muitas dores. O atacante do Paris Saint-Germain se levantou e reclamou bastante com o árbitro, que não puniu o equatoriano. O brasileiro ainda chegou a retornar ao campo, por menos de um minuto, e foi para o intervalo com cara de poucos amigos. 

Segundo tempo 

Logo aos dois minutos da etapa final, uma grande polêmica tomou conta da partida: Danilo lançou para Neymar, que, dentro da grande área, se chocou com Mendéz e foi derrubado. O brasileiro pediu a marcação do pênalti, mas o árbitro disse que o lance foi normal e seguiu com a partida. 

Aos 16 minutos, o técnico Tite realizou a primeira substituição: o meio-campista Fred, do Manchester United, deu lugar ao centroavante Gabriel Jesus, do Manchester City, e que foi a principal esperança de gols do Brasil na Copa do Mundo da Rússia, em 2018. 

Com 19 minutos do segundo tempo, Lucas Paquetá roubou a bola e acionou Neymar. O camisa 10 encontrou Richarlison na ponta esquerda, que dominou e chutou forte com a canhota. A bola bateu na mão do goleiro Domínguez e entrou, abrindo o placar para o Brasil e fazendo o nono gol do atacante do Everton pela Seleção. Na comemoração, todos os jogadores foram abraçar o treinador Tite, que apoiou a decisão do elenco de não querer disputar a Copa América no Brasil. 

Jogadores da Seleção comemoram o gol de Richarison abraçados com o técnico Tite – Foto: Lucas Figueiredo/CBF 

Gabriel Barbosa teve a chance de aumentar o placar aos 29 minutos, quando Neymar tocou para Richarlison, que dominou, driblou o goleiro e cruzou para Gabigol. O atacante do Flamengo cabeceou próximo à marca do pênalti, sem goleiro, mas acabou mandando a bola para fora, à direita da trave defendida por Domínguez. Logo na sequência, Gabriel deixou o campo para a entrada de Roberto Firmino, atacante do Liverpool. 

Aos 39 minutos, depois de um “bate-rebate” dentro da área, Gabriel Jesus foi finalizar, com Preciado na marcação, mas a arbitragem marcou falta do atacante brasileiro. Porém o árbitro Alexis Herrera foi chamado pela cabine do VAR para ir até o monitor, analisar um possível pênalti no lance, em cima de Gabriel Jesus. Após longos cinco minutos, o árbitro assinalou a penalidade máxima a favor do Brasil. Ao mesmo tempo, a Seleção fez a sua última mudança: Richarlison saiu para a entrada de Fabinho, volante do Liverpool. 

Na cobrança do pênalti, Neymar bateu fraco, no canto direito do goleiro Domínguez, que caiu para o lado certo e fez a defesa. Mas o VAR observou que o goleiro havia retirado os dois pés da linha, o que indica que a cobrança não deveria ser validada. Com isso, Neymar foi novamente para a bola e, desta vez, bateu no canto esquerdo do goleiro, que pulou de novo para a direita. Assim, Neymar chegou ao seu 65º gol em 104 jogos pela Seleção. Na comemoração, rolou até uma dancinha, com a participação de Lucas Paquetá, meio-campista do Lyon. 

Neymar e Lucas Paquetá comemoram, com dancinha, o segundo gol da Seleção Brasileira – Foto: Lucas Figueiredo/CBF 

Com a vitória, o Brasil chegou aos 15 pontos e aumentou ainda mais a distância do vice-líder, a Argentina, que possui apenas 11 pontos na competição. O Equador vem logo atrás, na terceira colocação, com nove pontos. 

Próximos Confrontos 

O Brasil volta a jogar na terça-feira (08/06) contra o Paraguai, no Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, às 21h30 (horário de Brasília). Para o confronto, o técnico Tite terá a volta de Douglas Luiz, que estava suspenso e não pôde atuar nesta vitória.   

Já o Equador volta a campo no mesmo dia, em duelo contra o Peru, no Estádio Casa Blanca, em Quito, a partir das 18h (horário de Brasília).  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s