Basquete Ituano é campeão da Liga de Basquete Feminino pela 1ª vez

Foto de capa: Sávio James/LBF

Por Lucas Furtado Isaias  

Em um jogo com muita emoção e reviravoltas, o Basquete Ituano venceu o KTO/Blumenau por 85 a 79 e é o campeão do LBF 2021. É a primeira vez em que a equipe de Itu conquista a competição, com grande atuação de Patty, cestinha do jogo com 24 pontos, e de Érika, líder em rebotes, com 14 realizados no decorrer da partida. A equipe catarinense teve como destaque Cacá Martins, líder em assistências com 12 feitas no jogo, e Luana, que fez 17 pontos. A partida, no Ginásio Galegão, em Blumenau, encerrou uma temporada desafiadora do LBF, com apenas oito equipes no torneio e todas chegando às quartas de final em séries de melhor de três. A decisão foi melhor de cinco.  

O primeiro período começou com o Blumenau abrindo o placar com uma cesta de Kaw. Logo em seguida, o Ituano virou com uma cesta de três de Palmira, mas depois o time catarinense reagiu dominando boa parte do quarto e abrindo uma larga vantagem, que chegou a ser de 16 pontos. Faltando 2min37seg para o fim do tempo, a equipe paulista começou a responder com uma cesta de três de Joice, porém o Blumenau venceu com uma diferença de 14 pontos: 26 a 12.  

O Basquete Ituano seguiu o embalo do final do primeiro tempo e passou a dominar o jogo e a reduzir a vantagem do KTO/Blumenau. Neste período, os três pontos tiveram muito espaço, e, com eles, a equipe catarinense conseguiu segurar a liderança com Luana acertando três das cinco cestas do time no período. Só que o Basquete Ituano conseguiu se impor, fazendo 25 pontos contra 20.   

O equilíbrio foi o protagonista do terceiro período, com as duas equipes brigando, de maneira ferrenha, pela liderança, e o Basquete Ituano empatou a partida com 6min29seg de quarto em uma cesta da Patty. No entanto, em seguida, o KTO/Blumenau desempatou com uma atuação decisiva de Tati Castro, que acertou uma cesta de dois pontos e o lance livre de uma falta sofrida por ela. Vitória, Cacá e Leiva também conseguiram cestas que seguraram o placar favorável ao Blumenau no jogo. Letícia e Patty acertaram as bolas que renderam a vitória do período ao Blumenau por 18 a 16, mesmo saindo com uma desvantagem de sete pontos a ser virada. 

No quarto período, o Basquete Ituano seguiu pressionando para reverter a desvantagem e virar o jogo. Com 3min13seg de quarto, Joice fez uma cesta de dois que deu a virada no placar, e a equipe paulista dominou o período. O Blumenau, na segunda metade do tempo, tentou esboçar uma reação e chegou, em dois momentos, a diminuir a vantagem. Mas o time liderado por Érika, que foi a melhor em rebotes da partida (14), segurou a vantagem e venceu o período por 30 a 17 e também o confronto, liquidando a série e conquistando o título inédito da equipe no LBF.  

Após o hiato de um ano em razão da pandemia do coronavírus, o LBF voltou com uma temporada repleta de grandes partidas e muitas emoções. A terceira partida da final, cheia de reviravoltas, mostra a importância do torneio para o basquete nacional. O Blumenau, que na fase de grupos terminou em sétimo lugar e chegou até a final derrotando SESI Araraquara e Sampaio Correia nos playoffs, e o Ituano, que venceu 10 das 14 partidas da fase de grupos, além do AEC/Tietê Agroindustrial/Bax Catanduva e do Vera Cruz Campinas nos playoffs, chegaram à decisão histórica pela primeira vez, na 10ª edição do campeonato. Apesar dos desafios que enfrenta, o basquete feminino segue fazendo história no Brasil.  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s