Brasil não consegue medalhas de ouro, mas segue no top 10 paralímpico após o 5° dia

Brasileiros continuam ganhando medalhas no Atletismo e na Natação, conseguem o bronze no Judô e veem a Bocha como grande esperança de pódios

Foto de capa: Rebeca Doin

Por Rodrigo Glejzer

Entre a noite de sexta-feira (27/08) e a madrugada de sábado (28/08), pelo horário de Brasília, os brasileiros conquistaram uma prata e cinco bronzes em quatro modalidades, mantendo o país no top 10 do quadro de medalhas, com um total de 23 pódios.

Atletismo

Uma das modalidades que mais traz medalhas ao Brasil em Paralimpíadas, o Atletismo continuou o bom retrospecto e conseguiu uma prata e dois bronzes para a equipe verde e amarela. Primeiro com Thalita Simplício nos 400m T11 para deficientes visuais. Depois com Julyana da Silva levando o bronze no lançamento de disco F57, para atletas que competem em cadeiras.

A última medalha do dia ficou com Cícero Nobre no lançamento de dardo na classe F57, para atletas com comprometimento nos membros inferiores. Mesmo batendo o recorde paralímpico, Nobre acabou ficando em terceiro lugar depois de ser ultrapassado pelas performances espetaculares do azeri Hamed Heidari (ouro) e do iraniano Amanolah Papi (prata).

Thalita Simplício garantiu a prata nos 400m T11 – Foto: Wander Roberto/CPB 

Apesar dos bons resultados, nem todos os brasileiros conseguiram chegar ao pódio ou se classificar para as finais. Nos 5.000m T54, prova para atletas com deficiência nos membros inferiores, Vanessa Cristina de Souza terminou na oitava colocação com o tempo de 11min18s02. A vencedora foi a americana Susannah Scaroni (10min52s57), seguida pela suíça Manuela Schaer (11min00s50) e fechando com a também americana Tatyana McFadden (11min15s13).

Na eliminatória dos 100m T38 masculino, para atletas andantes com sequelas de paralisia cerebral, Edson Pinheiro terminou em quinto na sua bateria e não se classificou para a final da prova. Já no 400m T11 masculino, o recordista mundial Daniel Mendes conseguiu chegar em segundo na sua classificatória, mas acabou desclassificado devido à corda do seu guia ter arrebentado pouco antes de cruzar a linha de chegada.

Tênis de Mesa

A mesatenista Bruna Alexandre garantiu uma medalha de ouro ou prata ao Brasil ao assegurar vaga na final, que será na segunda-feira (30/08) às 6h45 de Brasília, contra a australiana Qian Yang. A brasileira teve que bater a taiwanesa Shiau Wen Tien, por 3 a 1 (12/14, 11/6, 12/10 e 11/7) na semifinal da classe 10. Já Catia Oliveira não teve a mesma eficiência de sua compatriota e acabou derrotada pela sul-coreana Su Yeon Seo por 3 a 1 (11/7, 8/11, 5/11 e 9/11) na semifinal das classes 1-2. Como no tênis de mesa não há disputa pelo terceiro lugar, Oliveira ficou com a medalha de bronze.

Bruna Alexandra garantiu vaga na final – Foto: Rogério Capela/CPB 

Natação

A única conquista do sábado na piscina foi o bronze do revezamento 4x100m livre misto S14, para nadadores com deficiência intelectual. O quarteto brasileiro foi formado por Ana Karolina Oliveira, Debora Carneiro, Felipe Vila Real e Gabriel Bandeira e, originalmente, ficou em quarto lugar. Mas, como o Comitê Olímpico Russo acabou desclassificado, os brasileiros herdaram o terceiro lugar e garantiram o bronze. O ouro ficou com a Grã-Bretanha, com 3min40s63 (recorde mundial), e a prata, com a Austrália (3min46s38).

Nos 100m livre da classe S10 (para atletas com deficiências físicas), Phelipe Rodrigues conseguiu manter o primeiro lugar nos primeiros 50m, acabou ultrapassado na volta e ficou apenas com o quarto lugar (52s04). O ouro ficou com o ucraniano Maksym Krypak, que também bateu o recorde mundial ao marcar 50s64, com a prata terminando no pescoço do australiano Rowan Crothers (51s37), e o bronze, na mão do italiano Stefano Raimondi (51s45).

Nas outras finais, Roberto Alcalde terminou em sétimo lugar nos 100m peito da classe SB5 (para atletas com deficiências físicas) e Susana Schnarndorf terminou os 150m medley da classe SM4 (voltada a atletas com deficiências físicas) na oitava e última colocação.

O quarteto misto brasileiro ficou em terceiro lugar – Foto: Buda Mendes/Getty Images 

Judô

Depois de a equipe canarinho passar o primeiro dia zerada na competição, a judoca Lúcia Araújo garantiu a primeira medalha da modalidade em Tóquio. Na categoria até 57kg, a paulista bateu a russa Natalia Ovchinnikova por ippon e firmou-se no pódio. O ouro ficou com a azerbaijã Sevda Valiyeva, e a prata, com a uzbeque Parvina Samandarova. Na categoria até 81 kg, o brasileiro Harlley Arruda acabou perdendo para o britânico Daniel Powell, por ippon, logo na primeira luta e foi desclassificado da competição.

Lúcia Araújo ficou com a medalha de bronze no judô – Foto: Takuma Matsushita/CPB 

Vôlei Sentado

Em jogo duro, a seleção masculina de vôlei sentado estreou nos jogos com vitória contra a China com parciais de 28/26, 26/28, 25/19 e 25/13, com Gilberto se destacando ao marcar 27 pontos na partida. Depois de um primeiro set com meia hora de duração, o Brasil conseguiu largar na frente, mas acabou superado no segundo e viu os chineses crescerem no jogo.

Mantendo a concentração, os brasileiros asseguraram o terceiro set com mais tranquilidade e depois apenas controlaram a vantagem sobre os adversários, fechando a partida em 3 a 1. Na outra partida da chave, Irã e Alemanha se enfrentaram, com vitória do time asiático por 3 a 0. Os dois primeiros passam para a semifinal.

Bocha

Uma das modalidades mais vencedoras do Brasil em Paralimpíadas, a bocha estreou com quatro vitórias e sete derrotas para nossos representantes na fase de grupos das disputas individuais mistas.

Entre quem estreou vencendo, tivemos Evelyn Oliveira batendo a sueca Maria Bjurstrom por 4 a 2 na classe BC3, José Carlos de Oliveira superando o português André Ramos por 6 a 1 na classe BC1, e Maciel Santos derrotando o sul-coreano Yongjin Lee por 11 a 0 na classe BC2. O quarto triunfo veio de um confronto entre brasileiros com direito a duelo entre irmãos. Eliseu Santos venceu Marcelo Santos em uma partida decidida no critério de desempate depois de um 3 a 3.

Pelo lado dos que perderam, tivemos Andreza Vitória sendo superada tanto pela malaia Chew Wei Lun (5 a 2) como pela tailandesa Witsanu Huadpradit (5 a 4). E Guilherme de Moraes não tendo chances contra o holandês Daniel Perez (13 a 1) na classe BC1. Na classe BC2, Natália de Faria acabou derrotada pela israelense Natavi Levi por 8 a 0. Fechando as partidas, Evani Calado acabou batida pelo português José Macedo por 4 a 3 na classe BC3

Os irmãos Santos se enfrentaram na estreia da Bocha nos Jogos de Tóquio – Foto: Reprodução/CPB 

Goalball

Depois de perder para as americanas na estreia e empatar com o Japão no segundo jogo, a seleção feminina de goalball foi novamente derrotada na competição em sua terceira partida. Enfrentando a Turquia, atuais campeãs olímpicas, as brasileiras não conseguiram segurar o bom jogo adversário, viram as turcas abrirem cinco gols de vantagem e terminarem com 8 a 4 a favor no placar.

Agora as brasileiras precisarão de um resultado positivo contra o Egito, até então com duas derrotas na competição, para tentar uma das quatro vagas classificatórias do grupo.

Tênis

O Brasil conseguiu suas primeiras vitórias no tênis sobre cadeira de rodas em Tóquio. Na chave de simples feminina, Meirycoll Duval venceu a americana Shelby Baron por duplo 6/4 e garantiu vaga nas oitavas de final contra a japonesa Yui Kamiji. Na chave de duplas masculinas, Gustavo Carneiro Silva e Daniel Rodrigues superaram os australianos Martyn Dunn e Ben Weekes por 2 sets a 0 (6/2 e 6/3). Nas oitavas de finais, eles duelarão contra os belgas Joachim Gerard e Jef Vandorpe.

Meirycoll Duval terá que passar pela japonesa Yui Kamiji para continuar com o sonho de obter uma medalha paralímpica – Foto: Saulo Cruz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s