Com golaço da Rainha Marta, Brasil vence Argentina no segundo amistoso entre as seleções 

Foto de capa: Lucas Figueiredo/CBF  

Por Lucas Furtado Isaias  

O Brasil venceu a Argentina, no segundo amistoso, por 4 a 1 em um jogo com dois tempos distintos. O primeiro com o Brasil dominando do começo ao fim e com um golaço de falta de Marta, que é agora, oficialmente, considerada pela CBF a maior artilheira da seleção brasileira de todos os tempos, entre mulheres e homens, com 117 gols marcados. No segundo tempo, o início foi frenético, e o período foi de equipes apostando no ataque, com muito equilíbrio.  

A seleção brasileira começou a partida já dominando o jogo com muita técnica e precisão, sem dar chances para as argentinas. Aos 18 minutos, Marta cobrou escanteio, e Kerolin, de frente para a rede, ficou livre para abrir o placar pelo Brasil. Aos 35 minutos, Larroquete fez falta em Marta próximo da grande área e levou o único cartão do jogo. No minuto seguinte, a maior artilheira brasileira da história das Copas fez a cobrança e marcou um golaço, com a bola batendo no travessão e caindo na rede para a festa da equipe brasileira, aumentando a sua marca para 117 gols.  

Jogadoras de Brasil e Argentina em disputa de bola – Foto: Lucas Figueiredo/CBF  

O segundo tempo começou elétrico. Com dois minutos e meio de etapa, Nycole tocou para Yasmin, que cruzou para Debinha marcar o terceiro da nossa seleção. Aos cinco minutos, em uma bobeada de Lauren, Larroquete aproveitou e marcou o primeiro gol da seleção argentina. Mas, no minuto seguinte, Yasmin recebeu passe de Marta e marcou o quarto gol da equipe brasileira. O jogo passou a ficar mais disputado com as argentinas entrando no jogo e tendo mais lances perigosos. Porém o Brasil seguiu atacando como aos 13 minutos com Ludmilla, que finalizou perto do gol e teve seu chute defendido por Oliveiros. No lado argentino, Bonsegundo foi o grande destaque e, aos 25 minutos, quase conseguiu marcar o segundo, mas Lauren pisou na adversária e não permitiu a finalização. O pênalti não foi marcado.  

O jogo seguiu na segunda parte da etapa com as duas equipes atacando, com equilíbrio, mas sem lances de grande perigo. O Brasil ainda não tem adversários definidos para a Data FIFA de outubro, mas a equipe argentina terá o México em 23 de outubro às 18h (horário de Brasília e Buenos Aires) no Estádio Tepa Gómez, na cidade mexicana de Tepatitlán de Morelos. 

Ficha técnica:  

Brasil: Lelê, Tamires (Yasmin), Daiane (Lauren), Erika e Antônia; Debinha (Ary Borges), Angelina (Thais), Duda e Kerolin (Ludmila); Marta e Nycole (Geyse). Técnica: Pia Sundhage  

Argentina: Oliveros, Stábile, Cometti, Barroso e Cruz; Bonsegundo (Rodríguez), Falfán e Núñez (Mayorga); Oviedo (Szymanowski), Larroquette e Vallejos (Troncoso). Técnico: Germán Portanova  

Arbitragem: Árbitra – Thayslane de Melo Costa (Brasil), Assistentes – Barbara Roberta da Costa Loiola (Brasil) e Fernando Nandrea Gomes Antunes (Brasil) e Quarta Árbitra – Debora Cecilia Cruz Correia (Brasil)  

Gols: Kerolin (Brasil – 18min/1°T), Marta (Brasil – 36min/1°T), Debinha (Brasil – 2min/2°T), Larroquete (Argentina – 5min/2°T) e Yasmin (Brasil – 6min/2°T)  

Cartão Amarelo: Argentina: Larroquete 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s