Brasil sai derrotado por 3 a 1 no primeiro amistoso contra Austrália 

Seleção tem dificuldades para armar as jogadas e vê Matildas abrirem vantagem sem muito esforço. Nem Marta, que entrou no segundo tempo, conseguiu mudar o panorama 

Foto de capa: Thaís Magalhães/CBF 

Por Rodrigo Glejzer 

Brasil e Austrália se enfrentaram hoje, 23 de outubro, com derrota brasileira por 3 a 1 em partida amistosa realizada no CommBank Stadium, localizado em Sydney. A partida teve transmissão tanto para a televisão aberta, via TV Globo, como fechada, pelo SporTV. No dia 26 de outubro ambas as seleções voltam a se enfrentar em amistoso no mesmo local. 

Retrospecto: Brasil e Austrália já se enfrentaram 14 vezes ao todo. As Matildas têm vantagem na disputa depois de vencerem os cinco confrontos mais recentes. Inclusive, a última vitória aconteceu durante o Mundial de 2019, na França, em uma virada por 3 a 2 depois de começarem a partida perdendo por dois gols. Já as brasileiras derrotaram as australianas, pela última vez, há cinco anos por 3 a 1 em partida amistosa. Gols marcados na ocasião por Debinha, Raquel Fernandes e Darlene.  

Escalações: Comandadas por Tony Gustavsson, as australianas vieram com praticamente força máxima na escalação. Apenas a volante Van Egmond foi deixada de fora da equipe inicial. Do outro lado, a treinadora Pia Sundhage optou por começar com Marta e Debinha no banco de reservas.  

Austrália: Williams, Catley, Carpenter, Polkinghorne, Kennedy, Yallop, Cooney-Cross, Simon, Kerr, Foord e Fowler.

Escalação da seleção australiana – Foto: Reprodução/Twitter TheMatildas

Brasil: Letícia, Antônia, Érika, Bruninha, Tamires, Ana Vitória, Andressa Alves, Kerolin, Ary Borges, Ludmila e Gio.

Equipe brasileira que foi a campo pela manhã – Foto: Reprodução/Twitter SeleçãoFeminina 

1° tempo  

A Austrália controlou as ações durante a maior parte dos 45 minutos iniciais, porém demoraram a criar uma boa oportunidade. Somente aos 12 minutos, Simon conseguiu abrir espaço na boca da área e disparou de longe. Bem posicionada, Erika desviou para escanteio. 

A resposta do Brasil veio três minutos depois. Gio recebeu belo lançamento, venceu Kennedy na velocidade e partiu em direção à meta adversária, mas acabou sofrendo falta da  capitã das Matildas e não pôde dar prosseguimento à jogada. Após as duas tentativas, o jogo esfriou. As australianas continuavam dominando o confronto e optaram por alçar bolas nas áreas, principalmente pelo lado direito com Carpenter e  Yallop. No entanto, as tentativas não eram muito efetivas e a meta de Letícia foi pouco ameaçada. 

A primeira parte da partida parecia terminar em empate até Ana Vitória fazer falta em Fowler. Catley bateu em direção à pequena área e achou Sam Kerr, livre, para cabecear. A atacante do Chelsea percebeu a passagem de Polkinghorne e apenas ajeitou para a zagueira abrir o placar.  

2° tempo 

A segunda etapa começou diferente e teve o Brasil no comando das ações. No primeiro minuto, Gio alcançou passe longo dentro da área, cortou as zagueiras e bateu em cima da goleira Williams. O ímpeto brasileiro se resumiu a essa jogada e os próximos lances voltaram a ser das australianas. 

Com 10 minutos no relógio, as Matildas conseguiram arrematar duas vezes contra o gol verde e amarelo. O primeiro foi para fora, enquanto o segundo acabou defendido por Letícia. Aos 20 minutos, a Austrália ampliou. Van Egmond, que entrou durante o intervalo no lugar de Simon, recebeu lançamento lateral pela esquerda e cruzou na cabeça de Fowler. 

Para a sorte do Brasil, logo em seguida a defesa australiana se enrolou e permitiu que a equipe brasileira diminuísse a desvantagem. Polkinghorne sucumbiu à pressão de Adriana e perdeu a bola na última linha de defesa. A atacante brasileira, vinda do banco para substituir Gio, aproveitou para pôr seu time de volta na partida. 

Adriana diminui para o Brasil e deixa a partida em 2 a 1 – Foto: Reprodução/TaynaFiori 

Apesar do gol, a equipe de Pia Sundhage continuou apática na partida. Nem a entrada de Marta, aos 24 minutos, pareceu mudar muito as coisas. Melhor para as Matildas que continuaram atacando e marcaram o terceiro. Após troca de passe entre Kerr e Catley, a lateral do Arsenal cruzou mais uma bola na área e Van Egmond, sem marcação, tratou de emendar mais uma para o gol. 

Com o placar em 3 a 1, o Brasil mantém a sequência negativa de seis derrotas seguidas para a Austrália. No dia 26, as brasileiras terão a chance de mais uma revanche contra suas algozes, no mesmo estádio, às 6h pelo horário de Brasília. A TV Globo e o SporTV voltam a transmitir a segunda partida amistosa entre as seleções.  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s