Jamie Chadwick brilha, vence rodada dupla nos Estados Unidos e é bicampeã da W Series

Foto de capa: Reprodução/W Series

Por Lucas Furtado Isaias 

Jamie Chadwick conquistou o bicampeonato da W Series vencendo as duas provas nos Estados Unidos, realizadas em 23 e 24 de outubro, em grande estilo, com domínio de ponta a ponta nas duas corridas e consolidando-se como uma das mais importantes pilotos do automobilismo mundial da atualidade. Após uma temporada disputada com Alice Powell, chegando à rodada dupla com um empate na pontuação, Chadwick terminou com 27 pontos de vantagem, já que sua concorrente direta pelo título terminou em terceiro e sexto lugares, respectivamente.  

O resultado também a fez ter pontuação suficiente para ganhar a super licença da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), o que lhe dá a possibilidade de participar dos treinos livres da Fórmula 1, na qual ela já está envolvida por ser uma piloto de desenvolvimento da Williams. Jamie, que é nascida na cidade inglesa de Bath, segue uma trajetória ascendente de muito sucesso no automobilismo. Ao longo de sua trajetória profissional, conseguiu marcas históricas em competições importantes da modalidade, brilhando em competições no Reino Unido e internacionais. Começou sua carreira de piloto aos 11 anos de idade no kart e, de maneira profissional, aos 13 em campeonatos juvenis. Hoje, além de estar na W Series, a britânica compete na Extreme E, ambas pela Veloce Racing. 

Crédito: Lucas Furtado

A temporada terminou com rodada dupla no Circuito das Américas em razão do cancelamento da etapa no México por problemas logísticos, após a Fórmula 1 adiar a prova para os dias 5 a 7 de novembro. Na segunda corrida, Abbie Eaton e Marta Garcia não participaram, tendo apenas 16 competidoras. Eaton sofreu uma fratura após um acidente na primeira corrida, e Garcia teve indisposição.  

Resumo da corrida 1  

A corrida começou com uma surpresa: Abbi Pulling largou na frente com uma diferença de apenas 70 centésimos de segundo para Jéssica Chadwick, que iniciou a prova em segundo. Já na largada, o panorama mudou bruscamente com a britânica assumindo a ponta, Belen Garcia, o segundo lugar, e Emma Kimilainen, a terceira colocação. No terceiro minuto de prova, Marta Garcia ficou com o oitavo lugar, e Sabré Cook superou Jéssica Hawkins, ficando em décimo. Mas, logo em seguida, ela teve problemas com o carro e passou para o 18° lugar, seguindo na prova. 

Com seis minutos de corrida, Emma Kimilainen ultrapassou Garcia e assumiu o terceiro lugar em uma disputa que também envolveu Pulling com muitas reviravoltas. Ao mesmo tempo, Fabienne Wohlwend, Marta Garcia e Beitske Visser brigaram pelo sétimo lugar, com Garcia conseguindo segurar a posição, apesar de Visser ter conquistado o lugar por alguns momentos. O grande destaque dos primeiros minutos de prova foi Alice Powell, que subiu seis posições em um curto espaço de tempo, indo para o quarto lugar.  

No nono minuto de corrida, Abbie Eaton abandonou a prova após ter um problema com o carro, e teve bandeira amarela no terceiro setor de prova, o que a deixou com poucos acontecimentos até a pista ser liberada com 16min. Foi quando Beitske Visser superou Marta Garcia e assumiu o sétimo lugar, e, com quase 19min, Nerea ficou com a nona colocação, superando Wohlwend.  

O terço final da prova foi repleto de emoções e surpresas com a britânica Jessica Hawkins assumindo o oitavo lugar e iniciando uma arrancada rumo a mais pontuações na classificação. Faltando cerca de 8min para o fim, Belen Garcia tentou ultrapassar Sarah Moore, mas acabou perdendo posição para Visser e, momentos depois, por Hawkins, indo para o oitavo lugar. Aos 23min de prova, Marta Garcia tentou uma ultrapassagem sobre a britânica e tocou no carro da adversária, rodando na pista. Conseguiu voltar à prova, mas em 16°. O incidente abriu uma investigação da direção da corrida sobre a causa, mas não houve punições. 

Com 26min, Wohlwend superou Belen Garcia, que, nos minutos finais, ainda seria ultrapassada por Koyama e Cook. Com 27min, Vitsker conseguiu passar por Moore, ficando com o quinto lugar. Na volta final, Alice Powell ultrapassou Pulling e assumiu a terceira posição após ser informada de que sua adversária tinha sido advertida com uma bandeira preto e branca por exceder os limites de velocidade. Hawkins também ultrapassou Moore e terminou a prova em quinto lugar.  

Sem ter a liderança ameaçada em nenhum momento, Jamie Chadwick, mais uma vez, dominou a disputa e conseguiu uma vitória importante para os rumos do campeonato. Kimilainen também não teve sua segunda posição ameaçada após conquistá-la. Powell ficou em terceiro em uma grande corrida de recuperação, conseguindo sete posições durante a prova. A brasileira Bruna Tomaselli ficou nas últimas posições durante toda a corrida e terminou em 17° lugar.  

Resultado da corrida 1  

  1. Jamie Chadwick – 33:59:968 
  1. Emma Kimilainen – 34:01:225 
  1. Alice Powell – 34:03:564 
  1. Abbi Pulling – 34:04:620 
  1. Beitske Visser – 34:20:264 
  1. Jessica Hawkins – 34:21:431 
  1. Sarah Moore – 34:22:062 
  1. Nerea Marti – 34:25:347 
  1. Fabienne Wohlwend – 34:28:992 
  1. Miki Koyama – 34:30:260 
  1. Sabré Cook – 34:32:705 
  1. Belen Garcia – 34:35:137 
  1. Caitlin Wood – 34:35:452 
  1. Vicky Piria – 34:44:022 
  1. Marta Garcia – 34:46:569 
  1. Ayla Agren – 34:49:484 
  1. Bruna Tomaselli – 34:49:818 
  1. Abbie Eaton – 8:48:107 (Abandono)  

Resumo da corrida 2 

A corrida começou com muitas ultrapassagens, mas com Jamie Chadwick liderando com muita folga. No segundo minuto, Emma Kimmilainen ultrapassou Beitske Visser e assumiu o terceiro lugar. Com 4min, Sabré Cook conseguiu passar por Jessica Hawkins e ficar com o oitavo lugar. Aos 9min, Miki Koyama saiu da última posição, ultrapassando Vicky Piria.  

Um dos grandes duelos da corrida foi o pelo quarto lugar entre Sarah Moore e Visser. Com 13min de prova, Moore conseguiu fazer a ultrapassagem e assumir a quarta posição. Com 17min, o carro de Fabienne Wohlwend começou a ter problemas e, dois minutos depois, precisou abandonar a prova. Na segunda metade da corrida, surgiu uma intensa disputa de Belen Garcia e Powell pelo sexto lugar com várias tentativas de ultrapassagens. A britânica conseguiu superar a espanhola com 26min de prova através de uma manobra que fez Garcia ir para a área de escape e voltar na sétima posição.  

Com quase 28 minutos, o carro de Sabré Cook foi tocado pelo veículo de Jessica Hawkins, e ambos acabaram rodando na pista, o que as fez ir para as últimas posições. Com o acidente, a brasileira Bruna Tomaselli assumiu a 10ª posição. Nerea Marti e Ayla Agren ficaram na oitava e nona colocações, respectivamente. Na reta final da penúltima volta, Tomaselli foi superada por Caitlin Wood e ficou de fora da zona de pontuação. Na última volta, Hawkins conseguiu chegar ao 12° lugar, mas tocou-se com Miki Koyama e foi para o 15° lugar. A reta final da prova foi sem surpresas, com Hawkins administrando uma vantagem de cerca de cinco segundos sobre Abbi Pulling e conquistando o título com mais uma corrida de domínio total, consagrando-se como bicampeã da W Series. 

Resultado da corrida 2  

  1. Jamie Chadwick – 33:48:906 
  1. Abbi Pulling – 33:53:936 
  1. Emma Kimilainen – 33:56:115 
  1. Sarah Moore – 34:04:763 
  1. Beitske Visser – 34:09:967 
  1. Alice Powell – 34:13:715 
  1. Belen Garcia – 34:15:592 
  1. Nerea Marti – 34:18:413 
  1. Ayla Agren – 34:18:785 
  1. Caitlin Wood – 34:25:775 
  1. Bruna Tomaselli – 34:27:155 
  1. Miki Koyama – 34:31:597 
  1. Sabré Cook – 34:32:629 
  1. Vicky Piria – 34:34:215 
  1. Jessica Hawkins – 34:46:315 
  1. Fabienne Wohlwend – 19:37:843 (Abandono)  

Classificação final  

° Piloto  Pontos 
1 Jamie Chadwick  159 
2 Alice Powell  132 
3 Emma Kimilainen  108 
4 Nerea Marti 61 
5 Sarah Moore 56 
6 Fabienne Wohlwend 42 
7 Abbi Pulling 40 
8 Beitske Visser 38 
9 Irina Sidorkova 34 
10 Belen Garcia 28 
11 Jessica Hawkins 27 
12 Marta Garcia 21 
13 Abbie Eaton 19 
14 Miki Koyama 14 
15 Bruna Tomaselli 12 
16 Caitlin Wood 11 
17 Ayla Agren 3 
18 Gosia Rdest 2 
19 Vicky Piria 1 
20 Sabré Cook 0 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s