Em partida disputada, Brasil perde para o Quênia e termina Stellebosch Challenge 2021 em quarto lugar 

Foto de capa: Reprodução/Confederação Brasileira de Rugby

Por Lucas Furtado Isaias 

O Brasil terminou a Stellenbosch Challenge 2021 em quarto lugar após ser derrotado pelo Quênia por 36 a 30 no sábado (20/11). A equipe brasileira, apesar de fazer um jogo equilibrado, sofreu com o ataque do Quênia durante a partida. Na decisão do torneio, a Namíbia venceu o Zimbábue por 41 a 10 e foi a campeã da competição realizada em Stellenbosch, na África do Sul, que também fez parte do calendários dos eventos-teste da World Rugby.  

A partida foi muito disputada no começo, e, aos 6min, Lucas Tránquez converteu falta sofrida pela equipe brasileira, abrindo o placar para o país. Ao ficarem em desvantagem, os quenianos começaram a pressionar e ficaram próximos de fazer o try, mas cometeram falta, e Tránquez ampliou o placar. Só que o Brasil também cometeu uma falta, um minuto depois, durante uma disputa de bola, e Kubu cobrou a penalidade, diminuindo a vantagem.  

O jogo continuou equilibrado, e os Tupis sofreram a terceira falta. Novamente, Lucas Tránquez converteu a favor dos brasileiros, mas, logo em seguida, o Quênia cresceu no jogo, e, aos 27min, Kubu fez o primeiro try dos quenianos. Ele fez a conversão dos tries dele mesmo, de Okeyo (33min) e Owino (39min). Tránquez cobrou uma nova penalidade aos 37min, dando aos Tupis um respiro, mas os quenianos já eram superiores, e a liderança durou menos de dois minutos. 

A segunda etapa começou com domínio dos quenianos, mas, com falhas aos 2min, o Brasil sofreu um penalty try, quando uma falta é cometida pelo adversário no goal-in (zona onde os jogadores alcançam o try), fazendo o Brasil voltar ao jogo. Aos 4min, Kubu fez um try com uma conversão bem-sucedida cobrada por Matoka, voltando a liderar a partida. Porém, aos 10min, mais um penalty try, e os Tupis na frente do placar por apenas um ponto de diferença. A equipe brasileira poderia estar com uma vantagem maior se tivesse confirmado um try favorável aos Tupis, mas a arbitragem percebeu que Robson Varejão estava pisando na linha e não confirmou a pontuação. A liderança brasileira durou até os 25min, quando Asaka fez um try, e Kubu fez a conversão, colocando o Quênia na liderança do jogo, de maneira definitiva. O Brasil se esforçou e, até o fim, lutou pela virada, contudo os quenianos conseguiram administrar o resultado, ficando com o terceiro lugar do campeonato.  

Você pode assistir ao jogo, na íntegra, aqui: 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s