Gabriel Casagrande chega em 3° nas duas corridas da Super Final é campeão da Stock Car 2021 

Foto de capa: Vanderley Soares/P1 Media Relations

Por Lucas Furtado Isaias  

Gabriel Casagrande se sagrou campeão da temporada 2021 da Stock Car. Com grandes chances de conquistar o título em Interlagos, o piloto conseguiu cumprir as expectativas e, com um desempenho sólido, fechou em terceiro lugar nas duas corridas da Super Final da competição. Este é o primeiro título dele na categoria, que depois de quatro anos teve um campeão inédito. Conseguiu superar os dois adversários no fim de semana: Thiago Camilo, que venceu a primeira corrida, mas que chegou no domingo sem chances de conquistar o título, e Daniel Serra, que chegou em 2° e 4° lugares, respectivamente. Casagrande disse, em entrevista, que iria tratar a corrida de domingo (12/12) como mais uma corrida e assim o fez, ficando muito emocionado com a conquista.  

Primeira corrida  

A prova começou com uma disputa entre Thiago Camilo e Gabriel Casagrande, com Camilo conseguindo a liderança, mas não abriu vantagem e se criou uma forte disputa pela liderança ao longo da volta inicial. Felipe Lapenna fez também uma boa largada, cortando caminho na pista e brigando pelo terceiro lugar com Daniel Serra. Aos 4min, o carro de Lucas Foresti bateu no veículo de Denis Navarro, fazendo-o sair da pista próximo à curva S do Senna e voltar muito atrás do pelotão. Aos 6min, Beto Monteiro e Marcelo Hahn colidiram, e os carros saíram da pista. Beto ainda tentou voltar, mesmo com o carro todo avariado e a porta aberta, contudo parou no meio da pista, e a bandeira amarela foi acionada. O safety car saiu com cerca de 10min de prova.  

Na relargada, Thiago Camilo conseguiu se segurar na frente, e Gabriel Casagrande sustentou o segundo lugar com muita tranquilidade. Lapenna teve problemas com o pneu do carro e foi para o último lugar. Aos 13min de prova, Christian Hann, Ricardo Zonta e Rubens Barrichello fizeram uma disputa sensacional pelo 18° lugar, e Zonta conquistou a posição, com Barrichello ficando em 20°. Na ida para os boxes, Daniel Serra levou a melhor e conseguiu o segundo lugar. Gabriel Casagrande ficou em terceiro.  

Aos 20min, Navarro rodopiou, novamente, na pista e foi para fora. Com 23min, Gaetano Di Mauro e Guilherme Salas foram desclassificados da prova por não fazerem a parada obrigatória. Camilo conseguiu segurar a liderança, assim como Daniel Serra abriu vantagem sobre Casagrande, que poupou equipamento para a corrida. Na reta final da disputa, Serra tentou ultrapassar Camilo usando o push, que é o botão que aumenta a potência do carro e dá maior velocidade ao veículo, não tinha chances no título, mas ficou atrás por apenas 220 milésimos. Casagrande terminou em terceiro. Galid Osman conseguiu o décimo lugar, o que o fez largar na frente na segunda corrida.  

Resultado da 1ª Corrida  

  1. Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – 18 voltas  
  1. Daniel Serra (Eurofarma-RC) – +0.220 
  1. Gabriel Casagrande (AMattheis Vogel Motorsport) – +8.053 
  1. Julio Campos (Lubrax Podium Stock Car Team) – +12.671 
  1. Allam Khodair (Blau Motorsport) – +13.718 
  1. Matias Rossi (Full Time Sports) – +14.308 
  1. Marcos Gomes (Cavaleiro Sports) – +18.236 
  1. Ricardo Maurício (Eurofarma-RC) – +18.529 
  1. Cacá Bueno (Crown Racing) – +22.995 
  1. Galid Osman (Shell V-Power) – +23.148  
  1. Guga Lima (AMattheis Vogel Motorsport) – +24.121 
  1. Ricardo Zonta (RCM Motorsport) – +26.419 
  1. Átila Abreu (Shell V-Power) – +37.7790 
  1. Gustavo Frigotto (RKL Competições) – +39.705 
  1. Pedro Cardoso (KTF Racing) – +45.471 
  1. Bruno Baptista (RCM Motorsporting) – +46.323 
  1. Tuca Antoniazi (Hot Car Competições) – +48.285 
  1. Christian Hahn (Blau Motorsport II) – +58.255 
  1. Felipe Massa (Lubrax Podium Stock Car Team) – +01:11.987 
  1. Diego Nunes (Blau Motorsport) – +01:16:865 
  1. Rafael Suzuki (Full Time Bassani) – +01:21:131 
  1. Rubens Barrichello (Full Time Sports) – +01:23.800 
  1. Cesar Ramos (Ipiranga Racing) – +01:31.175 
  1. Lucas Foresti (KTF Sports) – +01:39.599 
  1. Tony Kanaan (Full Time Bassani) – +1 volta 
  1. Denis Navarro (Cavaleiro Sports) – +1 volta 
  1. Sergio Jimenez (Scuderia CJ) – +1 volta  

Felipe Lapenna (Hot Car Competições), Marcelo Hahn (Blau Motorsport II) e Beto Monteiro (Crown Racing) não completaram a prova. Guilherme Salas (KTF Sports) e Gaetano Di Mauro (KTF Racing) foram desclassificados por não fazerem a parada obrigatória.  

Segunda corrida  

A disputa começou com Galid Osman conseguindo a liderança, e Cacá Bueno ficando com o segundo lugar. Ainda na primeira volta, um acidente envolvendo César Ramos, Daniel Serra e Rafael Suzuki causou momentos de muita apreensão, com o carro de Suzuki pegando fogo e dando marcha ré de maneira descontrolada, sendo contido por um fiscal da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) até a chegada da equipe de resgate apagar o fogo no carro. O safety car foi acionado e ficou na pista por seis minutos.  

Na relargada, Galid e Cacá mantiveram suas posições, porém, quando o pole da corrida tentou ultrapassar Osman, acabaram se tocando e rodaram. Cacá tocou, de leve, no carro de Ricardo Maurício, mas sem criar problemas para o novo líder da prova, a não ser colidir com a câmera da geradora. Galid deixou a corrida, e Cacá voltou, só que na última posição. Gabriel Casagrande, com o acidente, foi para o terceiro lugar e já conseguia pavimentar o seu título. Chegou a perder posições na ida para os boxes, no entanto, aos 23min, recuperou a posição superando Allam Khodair e Ricardo Gomes. Os líderes Ricardo Maurício e Ricardo Zonta sustentaram as colocações até o fim da corrida. Gabriel Casagrande, com o terceiro lugar, se consagrou como novo campeão da Stock Car. Com muita festa no boxe e emoção do vitorioso da temporada, celebrou muito o primeiro título de sua trajetória na categoria.  

Resultados da 2ª Corrida  

  1. Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC) – 17 voltas  
  1. Ricardo Zonta (RCM Motorsport) – +3.461  
  1. Gabriel Casagrande (AMattheis Vogel Motorsport) – +4.286 
  1. Daniel Serra (Eurofarma-RC) – +8.509 
  1. Marcos Gomes (Cavaleiro Sports) – +8.968 
  1. Átila Abreu (Shell V-Power) – +11.813 
  1. Allam Khodair (Blau Motorsport) – +12.643 
  1. Matias Rossi (Full Time Sports) – +15.051 
  1. Guilherme Salas (KTF Sports) – +15.965 
  1. Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – +16.083 
  1. Diego Nunes (Blau Motorsport) – +17.348 
  1. Sergio Jimenez (Scuderia CJ) – +20.905 
  1. Gaetano Di Mauro (KTF Racing) – +22.097 
  1. Pedro Cardoso (KTF Racing) – +25.828 
  1. Christian Hahn (Blau Motorsport II) – +27.569 
  1. Felipe Massa (Lubrax Podium Stock Car Team) – +27.789 
  1. Julio Campos (Lubrax Podium Stock Car Team) – +34.352 
  1. Rubens Barrichello (Full Times Sports) – +35.251 
  1. Gustavo Frigotto (RKL Competições) – +40.234 
  1. Guga Lima (AMattheis Vogel Motorsport) – +41.266 
  1. Denis Navarro (Cavaleiro Sports) – +55.903 
  1. Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – +01:19.948 
  1. Cacá Bueno (Crown Racing) – +1 volta 

Marcelo Hahn (Blau Motorsport II), Tuca Antoniazi (Hot Car Competições), Tony Kanaan (Full Time Bassani), Lucas Foresti (KTF Sports), Galid Osman (Shell V-Power), Bruno Baptista (RCM Motorsport), Rafael Suzuki (Full Time Bassani), Cesar Ramos (Ipiranga Racing) e Beto Monteiro (Crown Racing) não completaram a prova.  

Classificação final do Campeonato de Pilotos  

° Piloto Pontos 
01 Gabriel Casagrande  378 
02 Daniel Serra  354 
03 Thiago Camilo 310 
04 Ricardo Zonta  307 
05 Ricardo Mauricio  304 
06 Rubens Barrichello  282 
07 Allam Khodair 270 
08 Átila Abreu  255 
09 Cesar Ramos 245 
10 Diego Nunes 226 
11 Marcos Gomes 216 
12 Denis Navarro 206 
13 Bruno Baptista 203 
14 Guilherme Salas 192 
15 Julio Campos 190 
16 Rafael Suzuki 185 
17 Cacá Bueno 167 
18 Gaetano Di Mauro 161 
19 Galid Osman 132 
20 Matías Rossi 120 
21 Lucas Foresti 113 
22 Pedro Cardoso 92 
23 Felipe Lapenna 89 
24 Felipe Massa 88 
25 Guga Lima 75 
26 Beto Monteiro 46 
27 Christian Hann  45 
28 Sergio Jimenez 36 
29 Gustavo Frigotto 27 
30 Nelson Piquet Jr.  24 
31 Tony Kanaan  24 
32 Tuca Antoniazi 24 

Classificação final do Campeonato de Equipes 

° Equipes Pontos 
01 Eurofarma RC 557 
02 Ipiranga Racing 493 
03 RCM Motorsports  490 
04 Blau Motorsport I 424 
05 AMattheis Vogel Motorsport  393 
06 Full Time Sports 378 
07 Cavaleiro Sports 357 
08 Shell V-Power 335 
09 KTF Sports 286 
10 Lubrax Podium 241 
11 KTF Racing 227 
12 Full Time Bassani 221 
13 Crown Racing 196 
14 Hot Car New Generation 100 
15 Scuderia CJ 47 
16 Blau Motorsport II 32 
17 RKL Competições 12 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s