Argentina vence anfitrião Paraguai por 1 a 0 e se torna Tricampeão da Copa América de Futsal 

Foto de Capa: Reprodução/CONMEBOL Copa América

Por Matheus de Carvalho

Digna daquelas finais disputadíssimas e emocionantes, a seleção argentina venceu o Paraguai pelo placar mínimo de 1 a 0 e conquistou de forma invicta o tricampeonato da Copa América de Futsal. A grande final ocorreu domingo (06/02) na Arena SND, em Assunção, no Paraguai, com capacidade permitida de 80% do complexo esportivo e a presença de ambas as torcidas que enriqueceram ainda mais o espetáculo. 

A Argentina começou melhor e acumulou as melhores chances, inclusive uma delas acertando a trave. Até que a dois minutos do fim do primeiro tempo, o goleiro Sarmiento lançou para Alan Brandi que chutou de primeira e no rebote inaugurou o placar. 

No segundo tempo foi uma espécie de ataque contra defesa. Os argentinos se seguraram atrás e faziam o possível para resistir à pressão dentro e fora de quadra. O Paraguai em uma estratégia de tudo ou nada até usou um goleiro-linha nos minutos finais, mas não conseguiu transpor a muralha albiceleste que no apito final se sagrou tricampeã continental. 

Campeones! 

Com o fim da 12ª edição da Copa América, apenas Brasil e Argentina tiveram o mérito de conquistar o torneio. Os argentinos chegaram ao seu terceiro título, enquanto a seleção brasileira ainda permanece com folga, como a maior campeã com nove títulos. 

Com o fim da 12ª edição da Copa América, apenas Brasil e Argentina tiveram o mérito de conquistar o torneio. Os argentinos chegaram ao seu terceiro título, enquanto a seleção brasileira ainda permanece com folga, como a maior campeã com nove títulos. 

Brasil no pódio

Brasil termina em terceiro lugar / Foto: Thais Magalhães/CBF

Além da disputa da final, também houve no domingo a disputa de terceiro lugar entre Brasil e Colômbia, e a seleção canarinho saiu vitoriosa por 3 a 0. Ferrão, Bruno e João Victor marcaram os gols e o Brasil encerrou a participação na Copa América 2022 em terceiro. 

Disputa de quinto lugar 

Uruguai e Venezuela protagonizaram a disputa pela quinta colocação. Empate por 1 a 1 no tempo regulamentar e vitória nos pênaltis por 7 a 6 para os uruguaios. 

Artilharia 

Ao final de 27 jogos, desde a primeira fase até a final, foram marcados 125 gols, uma média de 5.2 tentos por partida. Hugo Martinez (Paraguai) e Sebastián Obando (Peru) terminaram como os artilheiros da competição com 5 gols cada. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s