Chuva atormenta quinto dia do Rio Open e apenas três jogos da véspera são concluídos 

Foto de Capa: Lucas Furtado Isaias

Por Lucas Furtado Isaias

A forte chuva que caiu na região do Jardim Botânico no Rio de Janeiro atormentou o quinto dia do Rio Open e causou uma paralisação de seis horas na programação do torneio. Apenas três jogos foram completados no dia. Matteo Berretini (ITA) derrotou Thiago Monteiro (BRA) em uma batalha emocionante e que animou o público. Carlos Alcaraz (ESP) venceu Federico Delbonis (ARG) em uma continuação equilibrada e muito disputada, já na madrugada do dia 19 de fevereiro. Bruno Soares e Jaime Murray derrotaram Pablo Carreño Busta (ESP) e Benoit Paire (FRA) em uma continuação muito disputada.  

No quinto dia do torneio ocorreram as quartas de final e as semifinais de simples. Nas duplas houve o complemento das quartas de final e as semifinais. A programação foi antecipada com uma sessão extra para atender o público da sessão única do dia 18/02 que não teve como acompanhar os jogos e iniciou às 12h. Quem não pode comparecer já pode pedir reembolso dos ingressos no email: cancelamento@eventim.com.br com o número do ticket do pedido da compra. A segunda sessão, originalmente programada para a data, ocorreu após o término da primeira apenas com pessoas que têm ingressos do dia 19/02.  

Matteo Berretini e Thiago Monteiro abriram a programação da Quadra Central e fizeram um jogo que empolgou o público. O italiano venceu a partida por 2 sets a 1 (6/4, 6/7 e 6/3). O primeiro set teve o começo bastante agitado com o brasileiro disputando, de maneira acirrada, com Berretini no segundo game, mas o italiano confirmou o serviço e em seguida, sem dificuldades, quebrou o serviço do saque de Monteiro. No restante do set, os sacadores não foram ameaçados e confirmaram os serviços, o suficiente para o italiano vencer o primeiro set.  

No segundo set, o jogo foi quente e levantou o público. No quarto game, o brasileiro conseguiu quebrar o serviço do rival após perder um break point e o rival perder a chance de confirmar o saque, levando à loucura o público presente no Jockey Club. Monteiro chegou a ficar com 5/2 no placar, mas o italiano no nono game devolveu a quebra e depois empatou o jogo. A partida foi para o tie-break que foi bastante disputado com o italiano começando bem e chegando a abrir 5/2, mas o brasileiro reagiu, salvou dois match points e venceu por 8/6 o game e 7/6 o set. 

Equilíbrio foi a marca do terceiro set com os dois primeiros games sendo muito disputados e com os sacadores, mais uma vez, não dando chances para quebras até o nono game quando Berretini conseguiu o break point, no momento em que a programação foi interrompida pela chuva. 3h depois, às 20h30, os dois chegaram a voltar à Quadra Central, mas a forte chuva voltou assim que eles entraram e só às 23h30, após a quadra ser recuperada depois de ficar empoçada pelo temporal, que Berretini quebrou o serviço. No nono game, Monteiro até se esforçou para manter o bom nível, mas ele sentiu o peso do piso da quadra e Berretini fechou o jogo com tranquilidade, fazendo a festa do público que encarou seis horas de interrupção para assistir ao fim do jogo.  

Carlos Alcaraz concluiu o jogo contra Federico Delbonis. O jogo foi atrasado em cerca de 50min porque o espanhol preferiu esperar a garoa forte diminuir na região do torneio e ficou se aquecendo na área reservada a jornalistas e sócios do Jockey Club junto com o seu staff, Já Delbonis preferiu aquecer na quadra durante este período. O jogo começou apenas por volta da 0h40 e Alcaraz que jogava com 5/4 não teve dificuldades para fechar o set. No segundo, o cenário foi muito diferente com muito equilíbrio, torcida para os dois lados e muita disputa ponto a ponto. Delbonis e Alcaraz quebraram o serviço duas vezes cada e em sequência do quarto ao sétimo game. Com muito equilíbrio, o set foi para o tie-break quando o espanhol dominou integralmente e venceu por 7/1. Com o jogo terminando à 1h46 da manhã, o espanhol agradeceu a todos que conseguiram ficar no estádio por tanto tempo para torcer e curtir o jogo.  

Nas duplas, Bruno Soares e Jaime Murray derrotaram a dupla Albert Ramos Viñolas e Benoit Paire por 6/4 no segundo set. O jogo paralisado estava com o placar do segundo set em 1/0 para o francês e espanhol e o brasileiro e britânico tinham vencido o primeiro set em 6/3. A continuação do jogo foi muito equilibrada e com apoio do público presente na quadra 1, Bruno e Jaime conseguiram dominar a reta final da partida e ir para a semifinal quando enfrentam Horacio Zeballos e Marcel Granollers. Com a programação alterada pelas chuvas, Carlos Alcaraz decidiu priorizar o torneio de simples e ele e Pablo Carreño Busta deu WO no duelo nas quartas de final. Santiago Gonzalez (MEX)/Andres Molteni (ARG) X Lorenzo Sonego (ITA)/Andrea Vavassori (ITA) começou e foi interrompido com o mexicano e argentino a frente por 5/4 no 1° set.  

Programação do Sexto Dia do Rio Open 

Quadra Central Guga Kuerten 

12h 

Pablo Andujar X Diego Schwartzman  

Não Antes das 15h 

Matteo Berretini X Carlos Alcaraz 

Não Antes das 17h 

Pablo Andujar ou Diego Schwartzman X Miomir Kecmanovic ou Francisco Cerundolo 

Matteo Berretini ou Carlos Alcaraz X Fabio Fognini ou Federico Coria 

Quadra 1 

12h 

Miomir Kecmanovic X Francisco Cerundolo 

Fabio Fognini X Federico Coria 

Não Antes das 15h 

Jaime Murray/Bruno Soares X Marcel Granollers/Horacio Zeballos 

Quadra 4 

13h 

Continuação de Santiago Gonzalez/Andres Molteni X Lorenzo Sonego/Andrea Vavassori (A partir de 5/4 no 1° set)  

Não Antes das 17h 

Simone Bolelli/Fabio Fognini X Santiago Gonzales/Andres Molteni ou Lorenzo Sonego/Andrea Vavassori  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s