Team Lebron vence o All-Star Game no encerramento do final de semana do NBA All-Star em Cleveland 

Foto de capa: Reprodução/NBA

Por Matheus Carvalho

Por mais um ano que o tradicional final de semana do All-star da NBA foi para lá de especial. O evento que é uma grande celebração ao melhor basquete do mundo, em 2022 foi sediado em Cleveland, Ohio de 18 a 20 de fevereiro. Além da programação original, a 71ª edição do torneio fez uma homenagem aos 75 maiores jogadores de todos os tempos em comemoração aos 75 anos da liga. 

Dia 18 

O primeiro dia do All-star teve como destaque o conhecido Rising Stars, que reúne os jovens calouros e jogadores em segunda temporada da NBA e pela primeira vez atletas da G League. Uma ótima oportunidade para assistir e conhecer as – como diz o nome do evento – estrelas em ascensão. 

Em 2022 foi disputado em um novo formato, substituindo o antigo Team USA x Team World, que foi transformado em um mini-torneio de três jogos. 28 jogadores no total (12 calouros, 12 sophomores e quatro da G League) divididos em quatro equipes de sete jogadores cada. 

Os ex-jogadores Rick Barry, Gary Payton, Isiah Thomas e James Worthy foram os responsáveis por draftar os atletas para os seus respectivos times que levavam os seus nomes. Confira como ficaram os times: 

Team Barry: 
Cade Cunningham, Detroit Pistons 
Dyson Daniels, G League Ignite 
Evan Mobley, Cleveland Cavaliers 
Isaac Okoro, Cleveland Cavaliers 
Alperen Sengun, Houston Rockets 
Jae’Sean Tate, Houston Rockets 
Franz Wagner, Orlando Magic 

Team Isiah: 
Precious Achiuwa, Toronto Raptors 
Desmond Bane, Memphis Grizzlies 
Saddiq Bey, Detroit Pistons 
Anthony Edwards, Minnesota Timberwolves 
Tyrese Haliburton, Sacramento Kings 
Jaden Hardy, G League Ignite 
Isaiah Stewart, Detroit Pistons 

Team Payton: 
LaMelo Ball, Charlotte Hornets 
Scottie Barnes, Toronto Raptors 
Ayo Dosunmu, Chicago Bulls 
Chris Duarte, Indiana Pacers (Machucado, não jogou) 
Scoot Henderson, G League Ignite 
Bones Hyland, Denver Nuggets (Substituiu o lesionado Davion Mitchell) 
Jonathan Kuminga, Golden State Warriors (Substituiu o lesionado Chris Duarte) 
Jaden McDaniels, Minnesota Timberwolves 
Davion Mitchell, Sacramento Kings (Lesionado, não jogou) 

Team Worthy: 

Cole Anthony, Orlando Magic 
MarJon Beauchamp, G League Ignite 
Josh Giddey, Oklahoma City Thunder 
Jalen Green, Houston Rockets 
Herbert Jones, New Orleans Pelicans 
Tyrese Maxey, Philadelphia 76ers 
Jalen Suggs, Orlando Magic 

Regras do mini-torneio: 

O chaveamento ficou em Team Isiah x Team Worthy e Team Barry x Team Payton. A primeira equipe de cada confronto que marcasse primeiro 50 pontos vencia e jogaria a final que teria o placar de 25 pontos. O somatório levaria a alusão dos 75 anos da NBA. 

Resultados: 
Team Isiah 50 x Team Worthy 49 
Team Barry 50 x Team Payton 48 
Team Barry 25 x Team Isiah 20 

No primeiro jogo, destaques para Saddiq Bey e Isaiah Stewart, ambos do Detroit Pistons, que combinaram para 26 pontos no Team Isiah. Enquanto o calouro Jalen Green (Rockets) anotou 20 pontos para o Team Worhty. 

Na segunda partida, Cade Cunningham (Pistons) liderou o Team Barry com 13 pontos, cinco rebotes e seis assistências. Já o sophomore Jaden McDaniels (Timberwolves) marcou 12 pontos para o Team Payton. 

Na grande final, Cade Cunningham e Franz Wagner se destacaram e deram o título do Rising Stars ao Team Barry. 

Rising stars MVP 

Cunningham MVP do Rising Stars / Foto: Reprodução/Live Basketball BR 

Cunningham, a escolha número 1 do draft de 2021, foi eleito o MVP totalizando 18 pontos, sete rebotes, nove assistências, dois roubos de bola e dois tocos. 

Dia 19 

No segundo dia do All-star foi realizado o torneio de habilidades, o de três pontos e o de enterradas. 

Torneio de habilidades 

O primeiro a ser disputado e sob novo formato, três trios participaram de uma competição de quatro rounds que testavam seus poderes de shooting, passing and dribbling.  

Cada round tinha uma pontuação para o vencedor e os dois trios com o maior somatório se enfrentariam numa final. 

Os três times foram compostos por: 

Team Rooks: 
• Scottie Barnes, Toronto Raptors 
• Cade Cunningham, Detroit Pistons 
• Josh Giddey, Oklahoma City Thunder 

Team Cavs: 
• Jarrett Allen, Cleveland Cavaliers 
• Darius Garland, Cleveland Cavaliers 
• Evan Mobley, Cleveland Cavaliers 

Team Antetokounmpos: 
• Giannis Antetokounmpo, Milwaukee Bucks 
• Alex Antetokounmpo, Raptors905 
• Thanasis Antetokounmpo, Milwaukee Bucks 

O desafio shooting (100 pontos) consistia em cada jogador ter 30 segundos ao todo para fazer o arremesso de cinco lugares diferentes da quadra, variando a distância e o valor da cesta. Então o somatório era feito entre a pontuação dos três jogadores de cada trio. O Team Cavs venceu por 44 pontos, só Garland anotou 21, enquanto Team Rooks ficou com 32 pontos e Team Antetokounmpos somente 20. 

O trio formado pelos irmãos Antetokounmpos se recuperou vencendo o desafio passing (100 pontos), no qual cada trio tinha 30 segundos para completar passes em alvos que se moviam e variavam de tamanho e distância. 

No desafio relay (200 pontos) o objetivo era completar um percurso cheio de habilidades em menor tempo. O Team Rooks, formado somente por calouros, venceu com o tempo de 1:18.5 enquanto os outros dois trios falharam em superar a equipe e assim, avançou à final. 

Team Cavs e Team Antetokounmpos empatados com 100 pontos, precisaram realizar um desempate para saber quem enfrentaria o Team Rooks na final. O desafio foi escolher um jogador de cada trio para arremessar uma bola da linha de três. Giannis Antetokounmpo falhou, ao contrário de Darius Garland que acertou e classificou o trio da cidade. 

Rodada Final 

Na decisão o objetivo era acertar uma cesta do meio da quadra em menor tempo. Todos os jogadores dos dois trios participaram. Team Rooks foi o primeiro e estabeleceu um tempo de 9.9 segundos. 

Para a alegria dos torcedores de Cleveland, o trio do Cavaliers formado por Jarret Allen, Evan Mobley e Darius Garland acertou o arremesso em 5.5 segundos com Mobley e o Team Cavs foi o campeão do Torneio de Habilidades em pleno Rocket Mortgage FieldHouse, casa do Cleveland Cavaliers. 

Concurso de três pontos 

Dividido em duas fases, cada atleta tinha no máximo 1 minuto e 10 segundos para arremessar 27 bolas em cinco posições diferentes da linha de três. Os três maiores pontuadores fariam uma final e o vencedor ficaria com o título. 

O torneio contou com a participação de oito jogadores: 
CJ McCollum (New Orleans Pelicans), Trae Young (Atlanta Hawks), Zach LaVine (Chicago Bulls), Desmond Bane (Memphis Grizzlies), Karl-Anthony Towns (Minnesota Timberwolves), Fred VanVleet (Toronto Raptors), Luke Kennard (LA Clippers) e Patty Mills (Brooklyn Nets). 

Na primeira fase, destaque para o ala-armador Luke Kennard que foi o maior pontuador com 28 pontos. Karl-Anthony Towns e Trae Young foram os outros finalistas ao marcarem 22. Os demais, eliminados, terminaram com: Mills (21), McCollum (19), Bane (18), Vanvleet (16) e Lavine (14). 

Na final, Towns abriu a série marcando 29 pontos, a maior pontuação da noite e que não foi alcançada por Kennard e Young que fizeram 26. Towns, o único pivô entre os participantes de maioria armadores, se tornou o primeiro da posição 5 a ganhar o concurso de três pontos. 

Towns é o primeiro pivô a ganhar o torneio de três pontos / Foto: Jason Miller/Getty Images

Concurso de enterradas 

O terceiro e último evento para encerrar o segundo dia do NBA All-Star foi o torneio de enterradas. Também dividido em duas fases, cada participante tinha a chance de realizar duas enterradas e ser avaliado por cinco jurados que dariam notas de 6 a 10. 

Os dois jogadores com o maior somatório de pontos na primeira fase fariam uma final, repetindo o mesmo processo de duas enterradas cada um. Estiveram na disputa: Cole Anthony (Orlando Magic), Jalen Green (Houston Rockets), Obi Toppin (New York Knicks) e Juan Toscano-Anderson (Golden State Warriors). 

Ao final de oito enterradas dos mais variados estilos, avançaram à final Obi Toppin, que teve 44 e 46 como notas totalizando 90 pontos e Juan Toscano-Anderson com 43 e 39 totalizando 82 pontos. Green (83) e Anthony (70) foram eliminados. 

Na decisão, se no torneio de três pontos houve surpresa no de enterradas foi diferente. Toppin, o mais cotado a vencer antes do torneio, confirmou as expectativas marcando 45 e 47 e totalizando 92 pontos contra somente 39 e 30 de Toscano-Anderson totalizando 69 pontos. 

O ala-pivô conquistou o troféu pela primeira vez, um ano após ter sido vice-campeão no All-star de 2021. 

Obi Toppin em uma de suas enterradas / Foto: Jason Miller/Getty Images

Dia 20 

O último dia era naturalmente o mais esperado por ter o famoso All-Star Game. Uma partida de exibição no qual estiveram reunidos os melhores jogadores da temporada eleitos por votação do público. Duas equipes: Team Lebron x Team Durant. 

A cerimônia de abertura ainda contou com participações de diversos cantores norte-americanos no palco e a apresentação calorosa de cada jogador. 

Lebron James, dos Los Angeles Lakers, e Kevin Durant, do Brooklyn Nets, os dois mais votados, draftaram como capitães, dez jogadores cada um para suas equipes. Os dois times, verdadeiras seleções, ficaram assim: 

Team Lebron: 
Titulares – Lebron James (Los Angeles Lakers), Stephen Curry (Golden State Warriors), Giannis Antetokounmpo (Milwaukee Bucks), DeMar DeRozan (Chicago Bulls) e Nikola Jokic (Denver Nuggets) 
Reservas – Jimmy Butler (Miami Heat), Jarret Allen (Cleveland Cavaliers), Chris Paul (Phoenix Suns), Luka Doncic (Dallas Mavericks), Darius Garland (Cleveland Cavaliers) e Fred VanVleet (Toronto Raptors) 

Team Durant: 
Titulares – Andrew Wiggins (Golden State Warriors), Ja Morant (Memphis Grizzlies), Trae Young (Atlanta Hawks), Jayson Tatum (Boston Celtics) – que substituiu o lesionado Durant e Joel Embiid (Philadelphia 76ers) 
Reservas – Khris Middleton (Milwaukee Bucks), Rudy Golbert (Utah Jazz), Karl-Anthony Towns (Minnesota Timberwolves), Dejounte Murray (San Antonio Spurs), LaMelo Ball (Charlotte Hornets), Zach LaVine (Chicago Bulls) e Devin Booker (Phoenix Suns) 

Regras do All-Star Game: 

O jogo teve naturalmente os quatro quartos de 12 minutos cada como de costume. Só que a diferença é que no modelo do All-Star Game, as equipes disputam a pontuação por quarto e no final precisam somar mais 24 pontos por motivos nobres. 

A equipe vencedora de cada quarto, doava 100 mil dólares a uma instituição ligada ao time. A do Team Lebron, Kent State I Promise Scholars Program, faturou 450 mil dólares, enquanto a do Team Durant, Greater Cleveland Food Bank, 300 mil dólares. 

Ao final do terceiro quarto, a pontuação estabelecida para decidir a equipe campeã era o somatório de mais 24 pontos – em alusão ao número que vestia o astro Kobe Bryant, morto em um acidente de helicóptero – a partir dos pontos que a equipe maior pontuadora fez até aquele instante. 

Primeiro e segundo quartos 

O primeiro tempo terminou 94 a 93 pontos para o Team Durant. O primeiro quarto foi vencido pelo Team Lebron (47 a 45) e o segundo pelo Team Durant (49 a 46). Destaque para Stephen Curry que acertou oito bolas de três e estabeleceu o recorde de um jogador com mais bolas de três acertadas no primeiro tempo de um All-Star Game. 

Os 75 homenageados 

Os 75 maiores jogadores da NBA / Foto: NBA

No intervalo do jogo, a NBA fez uma homenagem aos eleitos 75 maiores jogadores da história em comemoração aos 75 anos da liga. Entre as dezenas de nomes icônicos, estiveram presentes Kareem Abdul-Jabbar, Lebron James e Michael Jordan. 

Terceiro e quarto quartos 

O terceiro quarto terminou empatado em 45 pontos. Sendo assim, o Team Durant tinha 139 e o alvo para qualquer uma das equipes ser campeã era atingir os 163 pontos. 

O último quarto foi o mais disputado, justamente por dar a vitória final a um time. As duas equipes chegaram ao placar de 161 a 160, quando Lebron James fez a cesta decisiva com um fadeaway perfeito e deu o título do All-Star Game por 163 a 160 ao Team Lebron.

MVP All-Star: 

Stephen Curry foi eleito MVP do All-Star Game 2022 / Foto: Kyle Terada-USA TODAY Sports

Para encerrar a festa, a entrega do troféu mais cobiçado do final de semana do All-star. Pela primeira vez nomeado como Troféu Kobe Bryant, Stephen Curry foi eleito o MVP. O armador do Golden State Warriors venceu o troféu pela primeira vez ao anotar 50 pontos e 16 bolas de três, um recorde absoluto na história do All-Star Game. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s