A covid e as competições esportivas: incertezas e o sonho brasileiro do hexa 

Foto de Capa : Fifa/Reuters/Direitos Reservados

Por: Maria Fernanda Amaral

Competições esportivas sempre estiveram a todo vapor desde sua idealização, consagrando campeões e levando entretenimento a milhares de espectadores. A COVID-19 mudou o panorama das competições esportivas em todo o mundo, além de adiamentos constantes, novas normas e diretrizes que afetam atletas, patrocinadores e espectadores foram instauradas. 

Recentemente nos EUA, a variante Ômicron tem causado dor de cabeça, jogos adiados no campeonato inglês e jogos sem público na Alemanha, esse cenário não tem sido muito diferente no resto mundo, e as incertezas são grandes para o futuro do esporte em 2022, um ano que promete muito para aqueles que são envolvidos com esporte. Muitos se perguntam como será a Copa do Mundo devido à magnitude do evento. A Copa já tem 13 países classificados com outras 19 vagas restantes, incluindo o Brasil que busca sua sexta vitória. 

Apesar do cenário caótico proporcionado pela COVID, a empolgação dos torcedores não parece ter diminuído, sendo expressa pelo fato de a venda dos ingressos para o evento ter registrado mais de 1,2 milhões de pedidos, um dia após a FIFA abrir a venda dos ingressos on-line; segundo o órgão o maior número de interessados é do Qatar, o país que sediará a Copa. 

Interessante apontar que o país possui cerca de 82% da população vacinada, uma das maiores porcentagens do mundo, diante disso exige que os jogadores estejam vacinados com todas as doses necessárias/exigidas pela OMS. O Qatar exigirá também o passaporte sanitário para os torcedores e turistas que desejam entrar no país para assistir aos jogos. 

A incerteza é grande para todos, jogadores, torcedores e principalmente para nós brasileiros que aguardamos o nosso tão sonhado hexa. De acordo com as autoridades da saúde, a copa irá sim acontecer; esportistas e torcedores estão cada vez mais preocupados com o surgimento de novas variantes que possam atrapalhar o andamento de competições, como foi no caso da variante Ômicron que foi motivo de dor de cabeça para a comunidade do esporte em diversos países. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s