“Conto da Primavera”, de Éric Rohmer, é exibido na Cinemateca do MAM do Rio esse fim de semana

Foto de Capa: Conto da primavera (original: Conte de printemps), Éric Rohmer, 1990. (Foto: Divulgação)

Por Heron Rezende

Neste sábado, dia 2 de abril, será exibido na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro o filme Conto da primavera (original: Conte de printemps) de 1990, dirigido e roteirizado pelo cineasta francês Éric Rohmer (1920-2010), um dos mais renomados representantes da Nouvelle Vague francesa. O evento acontecerá na Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, com duração de 15h às 17h.

O longa é uma comédia romântica e um drama que conta a história de Jeanne (Anne Teyssèdre), uma professora de filosofia que procura um lugar para ficar enquanto seu noivo está viajando de férias. Em uma festa ela conhece uma estudante de música chamada Natasha (Florence Darel), que a convida para dormir em sua casa. Ela aceita e se instala no quarto de Igor (Hugues Quester), pai de Natasha, que passa todas as noites com sua namorada. Natasha suspeita que a namorada do pai tenha roubado seu colar desaparecido, e quer a ajuda de Jeanne para solucionar o mistério.

O filme, faz parte dos Contos das quatro estações, sendo ele o primeiro desses quatro filmes, produzidos no decorrer da década de 90, que contam histórias de amor. O diretor já era conhecido por filmes como O joelho de Claire (1970), O raio verde (1986) e As 4 aventuras de Reinette e Mirabelle (1987), porém com essa série de longas metragens se consolidou ainda mais como um grande cineasta, principalmente com o último desses filmes, Conto de Outono (1998), que além de ter sido um sucesso de crítica, ganhou o prêmio de melhor roteiro no Festival de Veneza daquele ano.

Éric Rohmer nasceu em 1920, em Tulle, na França, com o nome de Jean-Marie Maurice Schérer. Foi roteirista, professor e um dos responsáveis por revolucionar a crítica cinematográfica em sua época, além de ter tido uma carreira notável como cineasta, mantendo sempre a coerência nos temas de seus filmes. Rohmer, gostava de fazer alguns de seus filmes em séries, que com o tempo se tornaram bem famosas, como Seis Contos Morais (1963-1972), Comédias e Provérbios (1981-1987) e claro, Contos das Quatro Estações (1990-1998). Com sua morte em 2010, deixou uma carreira repleta de filmes, 38 no total, incluindo longas e curtas, que misturam elegância e simplicidade e que valorizam o exercício da inteligência.

Conto de primavera conta com 1 hora e 52 minutos de duração, será exibido em 35mm, é livre para todos os públicos e tem seu elenco formado por Anne Teyssèdre (Jeanne), Hugues Quester (Igor), Florence Darel (Natasha), Eloïse Bennett (Ève), Sophie Robin (Gaelle), Marc Lelou (Gildas) e François Lamore (William). Os ingressos gratuitos já estão disponíveis em www.mam.rio/ingressos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s