UFC: Sem muito esforço, Curtis Blaydes nocauteia Chris Daukaus no segundo round 

Foto de Capa: Getty Images

Por Lucas Santos

A divisão dos pesos-pesados está esquentando. Após a ascensão do promissor Tom Aspinall em Londres, o estabelecido Curtis Blaydes manteve a quarta colocação na categoria até 120 Kg, ao nocautear Chris Daukaus na noite de sábado, em Columbus, Ohio. A vitória aproximou o americano do cinturão e, com a ausência prolongada do campeão Francis Ngannou, “Razor” pediu uma disputa de cinturão interino contra o francês Ciryl Gane. 

Conhecido por dominar na luta agarrada, Blaydes surpreendeu a todos ao engajar seu oponente em pé, sem nem tentar uma queda. Ambos trocavam socos, mas Curtis era mais preciso e abriu cortes no rosto do rival. Ao soar do gongo, a equipe de Chris o encorajou a avançar e procurar o combate. Porém, o conselho foi fatal. Logo no começo do round seguinte, Daukaus se expôs demais e “Razor ” acertou uma bomba de direita certeira no queixo do adversário, que foi de encontro à lona. O wrestler apenas cumpriu protocolo e golpeou até a interrupção do árbitro central. 

Embora já tenha sido derrotado duas vezes pelo campeão Francis Ngannou, Blaydes segue firme na busca pelo título. No pós-luta, Curtis chamou tanto Ciryl Gane quanto o ex-campeão Stipe Miocic, que estava na plateia: “Quero ser como você, Stipe, e pode ser que eu tenha que derrotá-lo. Te respeito demais, você é um dos melhores do mundo e de todos os tempos.” 

Entrevista de Curtis Blaydes – Reprodução UFC/YouTube 

Alexa Grasso finaliza Joanne Wood e segue em frente no peso mosca 

Grasso comemora sua vitória – Getty Images

A campeã peso-mosca, Valentina Shevchenko, segue devastando a categoria. Mas aos poucos, novos nomes surgem na divisão dos 57 Kg, como a mexicana Alexa Grasso, que finalizou a escocesa Joanne Wood no co-evento principal. Com apenas 28 anos, ela se junta a Manon Fiorot, Taila Santos e Casey O`Neill em um grupo que pode promover a renovação da faixa de peso. 

Com três minutos de um duelo movimentado, Grasso dominou as costas da adversária e a arrastou para o chão. Não demorou muito para encaixar uma finalização e forçou a desistência da escocesa. A mexicana, muito contente, pediu uma adversária no topo do ranking, mas sem citar nenhum nome.

Kai Kara-France surpreende e derrota o invicto Askar Askarov 

Kai vibra após o anúncio da decisão – Getty Images

Sendo um grande azarão nas casas de aposta, na proporção de quase cinco para um, o neozelandês Kai Kara-France desbancou o segundo do ranking Askar Askarov por decisão unânime, entregando-lhe seu primeiro revés da carreira.  

Em um primeiro assalto terrível, o neozelandês foi dominado completamente, sofrendo na luta agarrada contra um oponente habilidoso no setor. Nos primeiros cinco minutos de combate, Askarov esteve no controle por quase quatro. Com as costas dominadas, Kai apenas sobrevivia e defendia tentativas de finalização. A mudança veio a partir do segundo round. Kara-France usava todas as energias para negar as quedas e disparava bombas num oponente desconfortável na luta em pé. Sem conseguir derrubar, o russo não conseguia emplacar sua estratégia e seguia levando a pior no embate franco. 

No assalto final, ambos tiveram seus momentos, mas Askar aplicou apenas uma breve derrubada, da qual Kai se recuperou. Em um final equilibrado, o neozelandês buscava a luta e levava vantagem, o que refletiu na pontuação dos jurados em um triplo 29-28. Eufórico, Kara-France pediu uma disputa de cinturão após uma provável quarta luta entre o campeão brasileiro, Deiveson Figueiredo e o mexicano Brandon Moreno: “Eu sei que o Deiveson e o Moreno vão lutar de novo, mas eu quero ser o próximo da fila!” 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s