Charles Leclerc comete erro, perde podium e Verstappen completa fim de semana perfeito para Red Bull em Imola

Foto de Capa: Reprodução F1/Twitter

Por Raphael Matheus

Max Verstappen e Sergio Perez ocuparam as duas posições mais altas do podium e conquistaram importantes pontos para a Red Bull na disputa do campeonato de construtores. O resultado é muito significativo devido ao abandono do carro nas primeiras corridas do calendário (ambos os carros tiveram que se retirar da corrida no Bahrein nas últimas voltas, enquanto Max também não concluiu o GP da Austrália). Verstappen dominou completamente o fim de semana em Imola. O piloto largou na pole position após vencer a corrida sprint (uma corrida com um terço do número de voltas da corrida principal que substitui o treino de qualificação em alguns circuitos do calendário), na qual os oito primeiros colocados pontuam. O vencedor recebe oito pontos, o segundo colocado sete, e assim gradativamente. Max ainda completou a volta mais rápida da prova, finalizando o fim de semana com 34 pontos conquistados.  

O líder de campeonato de pilotos, Charles Leclerc, vinha confortável na terceira posição da prova e tinha a possibilidade de abrir a asa na reta, mas na tentativa de ultrapassar Sergio Perez na volta 53 para a segunda colocação, abusou da curva, foi parar fora da pista e teve que se contentar com a sexta posição. Resultado frustrante para Leclerc e sua equipe Ferrari que ainda teve Carlos Sainz saindo da prova após colisão na largada com Daniel Riccardo da McLaren. O piloto espanhol já havia abandonado o Grande Prêmio da Austrália e, pelo segundo fim de semana consecutivo, não concluiu a corrida. 

Após começo complicado de temporada para McLaren com ambos os carros não pontuando no Grande Prêmio do Bahrein, a equipe conseguiu mais um resultado positivo com Lando Norris completando o podium na terceira posição. Porém, Daniel Riccardo não conseguiu pontuar com seu carro pelo terceiro grande prêmio nessa temporada, algo que Zak Brown (diretor executivo) e sua equipe gostariam que fossse alterado rapidamente para elevar as chances da equipe de ter um bom posicionamento no campeonato de construtores. 

Valtteri Bottas obteve mais um ótimo resultado pela Alfa Romeo, finalizando na quinta colocação. O destaque na prova foi para a disputa com George Russell, novo piloto da Mercedes, pela quarta colocação. Os dois pilotos já protagonizaram confrontos na pista no passado. Ambos colidiram no Grande Prêmio de Imola de 2021 e não conseguiram retornar a corrida, o que gerou um clima de drama entre os pilotos. Porém, o que poderia ser uma interessante briga entre o antigo e o novo piloto da Mercedes ficou apenas na expectativa e ambos os carros mantiveram suas posições. George Russell defendeu o 4º lugar e é o único piloto dessa temporada a terminar todas as corridas entre as cinco primeiras posições do grid.  

Lewis Hamilton teve mais um fim de semana frustrante. O sete vezes campeão mundial terminou a prova na 13ª colocação em mais uma prova que a equipe Mercedes demonstra grandes problemas e insatisfações com seu carro. O desempenho do Britânico George Russell tem sido uma das poucas razões de alegria para Toto Wolff e sua equipe que vem sendo claramente superada em desempenho pelos carros da Ferrari e Red Bull, as duas primeiras colocadas no campeonato de construtores.   

Fatores Surpresa  

Os destaques vão para Kevin Magnussen e Alex Albon.  

A equipe da Hass tem tido anos difíceis na Fórmula 1. Devido ao baixo poder de investimento e constante procura por patrocinadores para continuar a ter uma equipe na competição, é muito satisfatório ver um de seus pilotos marcando sua presença entre os dez primeiros colocados, zona de pontuação nas corridas. Magnussen terminou a corrida na nona colocação e o piloto dinamarquês já havia terminado na mesma posição no GP da Arábia Saudita, mas o principal resultado veio no Bahrein, onde finalizou na quinta posição. Bons resultados para o piloto que foi dispensado pela própria Hass no final da temporada de 2020 e retorna para a Fórmula 1 garantindo pontos importantes logo no início do ano. 

Alex Albon foi muito criticado pelo seu desempenho no carro da Red Bull na temporada de 2020 antes de dar lugar para o atual piloto da equipe austríaca, o mexicano Sergio Perez. O piloto tailandês foi colocado como piloto reserva da Red Bull para o ano de 2021. Agora na Williams, Alex Albon terminou o GP de Imola na 11ª colocação, uma posição atrás da zona de pontuação. O piloto ficou na décima colocação no Grande Prêmio da Austrália, onde fez uma performance espetacular ao administrar o pneu por 57 voltas e fazer sua primeira e única parada nos boxes somente na última volta. Duas boas performances consecutivas para um piloto que busca recuperar a confiança e provar que merece ser um dos 20 pilotos na Fórmula 1.  

Classificação do Campeonato de Pilotos  

Pilotos  Pontos  
Charles Leclerc 86 
Max Verstappen  59 
Sergio Perez  54 
George Russell  49 
Carlos Sainz  38 
Lando Norris  35 
Lewis Hamilton  28 
Valtteri Bottas  24 
Esteban Ocon  20 
Kevin Magnussen  15 

Classificação do Campeonato de Construtores  

Equipes  Pontos  
Ferrari 124 
Red Bull Racing  113 
Mercedes  77 
McLaren  46 
Alfa Romeo  25 
Alpine  22 
Alphatauri  16 
Haas  15 
Aston Martin  
Williams  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s