Big three combina para 67 pontos e lidera Aces para a vitória no jogo 2 

Las Vegas está a uma vitória do primeiro título da franquia

Por Raphael Matheus

Com A’ja Wilson, Chelsea Gray e Kelsey Plum combinando para 67 pontos, o Las Vegas Aces derrotou o Connecticut Sun por 85×71 e se encontra a uma vitória do título da WNBA.  

Se Connecticut conseguiu se impor na primeira partida, ocorreu completamente o oposto no jogo 2, Las Vegas dominou suas adversárias para a vitória no jogo 2 com o placar de 85×71. O destaque foi para incrível produção de 46 pontos em 71% de aproveitamento nos arremessos vindos de dentro do garrafão (aspecto que costuma ser o forte de Connecticut), números fortemente influenciados pelas performances de Kelsey Plum e A’ja Wilson. Enquanto a camisa 10 registrou 20 pontos com apenas uma bola de três, a eleita MVP da temporada regular contribuiu com 26 (sendo somente uma tentativa vindo de fora da área pintada), além de 10 rebotes.  

“Ela (Kelsey) estava conseguindo assistências, marcando Courtney Williams, ela estava fazendo coisas que mantiveram ela na quadra enquanto arremessos não caíam. Isso mostra o crescimento dela ” , afirmou Chelsea Gray sobre companheira Kelsey Plum  

“O céu é o limite quando se trata de Kelsey Plum e a evolução dela nessa liga”, ressaltou A’ja Wilson sobre Kelsey Plum  

Além da alta eficiência nos arremessos na área interna, A’ja Wilson ainda destacou a importância de a equipe ter vencido o primeiro quarto (23×15 para as mandantes) para o andamento da partida e confirmar a vitória.  

“Quando você olhar para as nossas derrotas, o primeiro quarto nos prejudicou. Os primeiros quartos são muito importantes porque você nunca quer jogar tendo que sair de um buraco, especialmente contra uma boa equipe como Connecticut. Se focarmos em ditar um bom ritmo logo no 1º período, facilita nosso trabalho no 4º quarto… É muito importante começar a partida dessa forma que começamos”,(vírgula) ressaltou A’ja Wilson sobre a importância dos primeiros períodos  

Chelsea Gray deu continuidade ao seu alto nível de performances nesses playoffs com sua atuação no jogo 2. Foram 21 pontos, 8 assistências e 3 roubos de bola para a camisa 12 dos Aces, convertendo (mais uma vez) arremessos de todos os cantos da quadra, especialmente no segundo tempo da partida. 

“Tem muitas jogadoras talentosas na WNBA que convertem arremessos com liberdade. Chelsea Gray converte arremessos contestados. É uma habilidade… Em suas 9 cestas na partida, conseguimos fechar o espaço e contestar bem os arremessos e mesmo assim, caíram. Isso que separa ela de outras jogadoras”, disse Curt Miller ao falar sobre Chelsea Gray  

Connecticut Sun precisará vencer três partidas consecutivas para conquistar o título. Para isso, a equipe conta com DeWanna Bonner para aumentar sua produção ofensiva, já que a atleta registrou somente cinco pontos combinados nos jogos 1 e 2 das finais. A campeã da WNBA veio para Connecticut para ser a líder de sua própria equipe, que agora precisa urgentemente de sua protagonista para reverter o andamento da série. Além da camisa 24, Natisha Hiedeman também foi um destaque negativo após não pontuar no segundo confronto. O jogo 3 ocorre no dia 15 de setembro, às 22h, e terá transmissão dos canais ESPN.  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s