Santos rescinde contrato com Robinho, após divulgação de áudios do jogador e pressão de patrocinadores

Por Diego Cataldo

Santos e Robinho anunciaram, na noite da sexta-feira (16), a suspensão do contrato assinado entre clube e atleta no último final de semana. A situação ficou insustentável para as partes depois que o site GE teve acesso à trechos do processo que corre na justiça italiana contra o jogador. Robinho foi condenado em primeira instância por violência sexual contra uma mulher em uma boate em Milão. 

Mesmo com o processo correndo em segredo de justiça, o GE conseguiu acesso ao documento e trouxe à tona conversas telefônicas entre Robinho e seus amigos, também envolvidos no estupro. As conversas foram obtidas pela promotoria italiana por meio de grampos telefônicos e escutas nos veículos utilizados pelo atleta.  

O conteúdo das conversas causou revolta no meio esportivo e o Grupo Globo entrou em contato com os patrocinadores do clube paulista para saber qual seria o posicionamento deles diante deste fato. Este movimento causou uma avalanche de cobranças dos demais patrocinadores, que, em nota, pediam a rescisão imediata entre clube e atleta, alegando que não iriam associar suas marcas, caso a demanda não fosse aceita. Assim, os contratos seriam rompidos com o Peixe. A Orthopride foi a primeira empresa a rescindir seu contrato de patrocínio com o clube na quinta-feira (15).

Pressionado, o Santos informou que se reuniria na próxima quarta-feira (21) com o atleta para discutir a situação. Porém, na noite de sexta-feira (16), o jogador postou em sua rede social que seu contrato junto ao clube havia sido rescindido. O clube, também por meio de uma rede social, publicou uma nota confirmando o fim do vínculo.  

Confira a nota:  

NOTA À IMPRENSA 

O Santos Futebol Clube e o atleta Robinho informam que, em comum acordo, resolveram suspender a validade do contrato firmado no último dia 10 de outubro para que o jogador possa se concentrar exclusivamente na sua defesa no processo que corre na Itália.” 

Em uma extensa nota em resposta às transcrições das conversas entre Robinho e seus amigos, publicadas pelo GE, os advogados do atleta voltaram a afirmar que não houve violência sexual e que provará a inocência do seu cliente. 

Confira a nota:

Print do comunicado dos advogados de Robinho publicado no site UOL, em 16 de outubro de 2020 

Em silêncio, desde que assinou com o Santos, Robinho deu uma entrevista ao UOL, publicada neste sábado (17), que disse ser inocente e afirmou que seu único erro, neste caso, foi trair a esposa. Ele ainda atacou o movimento feminista pela repercussão do caso, ao dizer que “nem mulheres elas [as feministas] são”. 

Um comentário sobre “Santos rescinde contrato com Robinho, após divulgação de áudios do jogador e pressão de patrocinadores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s